Santa Casa reelege presidente e faz prestação de contas

Pedro Baer demonstra motivação e destaca apoio da diretoria – Foto: Clodoaldo Bonete/Tasabendo.com

Durante assembleia realizada ontem à noite, na Acicam, o hospital Santa Casa de Campo Mourão reelegeu o seu presidente Pedro Montans Baer, acompanhado do vice-presidente Getulio Ferrari Junior e também apresentou uma prestação de contas referente a 2018.

O evento reuniu os membros que compõem a diretoria e outros convidados apoiadores. O grande desafio da diretoria da Santa Casa é manter o bom atendimento aos pacientes, com poucos recursos e com dividas que não param crescer.

Atualmente, a dívida passa dos R$ 25 milhões. No entanto, Baer demonstra motivação e empenho para continuar à frente da instituição. “Os números não são bons, mas vemos que houve avanços. Melhoramos a parte da estrutura, do atendimento e isso dá mais motivação para continuar, principalmente pelo apoio que temos da diretoria, que apoia a continuidade do nosso trabalho”, afirma o presidente.

Aumentar a arrecadação será uma das prioridades. Para isso a diretoria vai estar buscando maior apoio junto às prefeituras de Campo Mourão e região, bem como cobrando mais dos deputados que representam a região junto aos governos estadual e federal.

“Vamos buscar mais recursos para a Santa Casa e ao mesmo promover contenção de gastos, lógico que sem prejudicar a qualidade do atendimento.”

Durante a prestação de contas, foram apresentados aos presentes, vários números relativos aos serviços prestados pela Santa Casa em 2018.

CONFIRA ALGUNS NÚMEROS

110.139 – Atendimentos ambulatoriais

4.028 – Atendimento no Pronto Socorro

3.071 – Cirurgias

3.497 – Sessões de quimioterapias

15.655 – Sessões de Radioterapia

23.818 – Exames de Raio X

2.955 – Exames de Mamografia

6.894 – Exames de Ultrassonografia

7.383 – Exames de Tomografia

586 – Endoscopia

482 – Colonoscopia

59 – Exames de Broncoscopia

12.636 – Exames Laboratoriais

3.732 – Exames Anátomo Patológico

2.271 – Nascimentos

11.996 – Internamentos

OBS: 72% internamentos pelo SUS e 28% de internações particular/convênios