Centésima vítima da covid-19 em CM, morre na UPA

UPA concentra todo o atendimento covid e está servindo de semi-UTI – Foto: Divulgação

No momento mais crítico da pandemia, Campo Mourão registrou nesta quinta-feira, a 100ª morte pela covid-19. Com a Santa Casa lotada, o paciente  de 82 anos acabou não encontrando vaga no hospital e morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Pelo Boletim divulgado ontem, Campo Mourão chegou a 5.665 casos confirmados da doença. Na Santa Casa, os leitos de UTI-SUS estão com lotação máxima (100%), enquanto a UTI para convênio chega a 150%.

O ex-vereador e chefe do Procon, Sidnei Jardim lamentou a morte em seu Facebook. “Faleceu na UPA esperando a Central de Leitos do Paraná arrumar uma vaga de UTI, mas essa vaga não abriu em nenhuma cidade do Paraná. Nesse momento são 699 pessoas no Estado do Paraná que estão esperando uma vaga na UTI”, lamentou Jardim.

Ele lembrou que muitos pacientes estão em UPAs, dentro de ambulâncias, corredores de hospital, etc. “Muitas pessoas não acreditavam que isso iria acontecer aqui no Paraná, mas acordem pois está acontecendo”, desabafou. “Que Deus conforte o coração dos familiares.”