Preso 2º suspeito de homicídio em Altamira

O corpo foi encontrado nos fundos da secretaria de Educação, anexo à prefeitura – Foto: Divulgação

Foi preso nesta quinta-feira, pela Polícia Civil de Campina da Lagoa, em conjunto com a Polícia Militar de Altamira do Paraná, o segundo suspeito do bárbaro homicídio ocorrido na madrugada de terça-feira (5) em Altamira. Além de matar, os criminosos queimaram a vítima.

Um dos investigados, A.R.L, confessou a participação no crime, afirmando que o outro detido, M.P.R. é que teria desferido os golpes de faca na vítima. A.R.L. disse que chegou a pegar a faca, mas não teve coragem de praticar o crime.

Interrogado, M.P.R. negou a participação no homicídio, porém, segundo a Polícia Civil, existem vários indícios apontando seu envolvimento no cometimento do crime. “Ele esteve com A.R.L e a vítima na noite anterior, bebendo em um bar”, relatou o delegado Sérgio Antônio de Brito, que preside o inquérito.

Acusado de participação no crime foi preso nesta quinta – Foto: Divulgação/Policia Civil

De acordo com o delegado, é necessária uma atuação firme e rápida da polícia em crimes violentos como o ocorrido em Altamira, a fim de trazer de volta a paz pública em uma localidade que, até então, mostrava-se tranquila e ordeira.

“Conseguimos até o momento indícios importantes e pretendemos em breve concluir o inquérito para encaminhamento ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para as providências cabíveis. Importante destacar também o  papel do Poder Judiciário e do Ministério Público para deferir as medidas necessárias a garantir a aplicação da Lei Penal, postuladas pela autoridade Policial no presente caso e em outros casos de crimes graves que tem ocorrido em Campina da Lagoa e região”, afirmou Brito.