Carlos Tagliari recebe Troféu Guerreiro do Comércio na sexta

No próximo dia 12 de julho, o empresário mourãoense Carlos Álvaro Tagliari, proprietário da Casa Tapi – Materiais Esportivos e Uniformes – vai receber o Troféu Guerreiro do Comércio do Paraná, em Curitiba. Trata-se de uma das principais honrarias concedidas pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo/Sistema Fecomércio/Sesc/Senac. A cerimônia vai acontecer nos salões da Expo Unimed.

O troféu é um reconhecimento a quem mantém há 45 anos a mais antiga loja de material esportivo da cidade. Por tabela, ainda coroa um desportista com grande representatividade no esporte de Campo Mourão durante décadas.

Ao lado de mais três irmãos – Vanderlei, Itamar e o caçula, Luiz -, elevou o nome da cidade nos quatro cantos do Paraná e a nível nacional, com a Associação Tagliari colecionando títulos no futsal.

“Nossa família fez história no futsal de Campo Mourão. Ganhamos muitos títulos, o 1º Jogos Abertos em Paranavaí (1977), participamos de campeonatos Paranaense, Brasileiro e depois que encerramos a carreira o Itamar ainda manteve a escolinha, com equipes em todas as categorias. Foram muitas conquistas importantes”, disse ele

Os quatro irmãos começaram jogando em equipes diferentes, até que num almoço de natal, a mãe disse que gostaria de ver todos no mesmo time. “Foi então que formamos um time, inclusive com reforço do tio Clóvis e meu pai era o treinador. Participamos de vários campeonatos e a equipe só ganhou reforços com outros jogadores quando passamos a competir a nível estadual e nacional”, recorda Carlos.

Era tanto prestigio, que a equipe Tagliari era chamada para inaugurar ginásios em cidades da região. A família tinha uma quadra própria, onde receberam equipes como Palmeiras e Corinthians. “O esporte preferido era o futebol de salão, mas também jogávamos futebol de campo.”

CASA TAPI

Com o nome já conhecido no meio esportivo, em 1974 Carlos abriu a Casa Tapi, uma loja especializada no segmento de esportes, em sociedade com o amigo Vicente Piaza. “O nome da loja foi inspirado na primeira silaba de nossos sobrenomes, ‘Ta’ de Tagliari e ‘Pi’ de Piaza. Mas a sociedade durou só uns dois ou três anos, pois o Piaza era professor e não tinha tempo de se dedicar na loja”, conta Carlos.

Após mais de 40 anos no comércio, o empresário diz que a homenagem é um reconhecimento que ele aceita de coração. “É mais uma grande conquista, muito bacana, pois são 45 anos de muito trabalho no comércio, onde também temos uma marca, assim como no esporte”, reconhece.

Referência na cidade, a Casa Tapi mantém clientes de toda a região. Tagliari diz que o diferencial da empresa é o bom atendimento com todos os clientes. “A pessoa que entra na loja tem que sair satisfeita com o atendimento, por isso prezamos muito isso. Recebemos muita gente da região também, estudantes de várias escolas, prefeituras e desportistas, pois oferecemos de tudo relacionado ao esporte. Agradeço a todos os clientes pela preferência.”

Será a 14ª edição do Prêmio Guerreiro do Comércio do Paraná e o evento tradicionalmente reúne em torno de 1.000 pessoas, entre homenageados, autoridades estaduais e federais, lideranças empresariais paranaenses e nacionais, dirigentes de instituições de apoio ao comércio e outros convidados.