Startup de Campo Mourão é selecionada em concurso da Renault

O Projeto foi um dos 10 classificados entre os 333 projetos que estão participando de um evento da montadora Renault – Foto: Divulgação

Inspirado em alguns aplicativos presentes nos grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro, um grupo de sete alunos do curso de  Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Centro Universitário Integrado de Campo Mourão criou, no ano passado, o aplicativo Olá Ônibus. “Nosso objetivo era pegar um problema da nossa cidade e criar alguma solução voltada a tecnologia”, explica Marcos Vinicius, um dos integrantes do grupo.

O Projeto de Campo Mourão, que teve o apoio do Centro da Juventude , foi um dos 10 classificados entre os 333 projetos que estão participando de um evento da montadora Renault, o “Renault Experience”, que tem como objetivo acelerar e impulsionar novos projetos e Startups no Brasil. O Olá Ônibus, que foi apresentado pela primeira vez no Empreendeweek, está concorrendo na categoria “soluções de mobilidades”.

Segundo Marcos, a etapa final do Programa conta com premiação em dinheiro e os ganhadores em cada categoria poderão ir para a França apresentar o projeto na sede da Renault. A proposta é disponibilizar a ferramenta gratuitamente para todos os usuários. “Apesar da nossa aplicação ter sido projetada para as peculiaridades do nosso transporte urbano, estamos deixando totalmente pronta para ser implantada em qualquer cidade”, acrescenta Marcos.

O PROJETO

Após um estudo sobre o transporte urbano de Campo Mourão, o grupo de alunos verificou que muitos usuários tinham dificuldade em utilizá-lo pela falta de informações referentes a linhas, horários, rotas e pontos. Foi então que eles desenvolveram o aplicativo com atualização dos pontos (para ajudar na localização), procura inteligente de rotas, acompanhamento do ônibus em tempo real, áreas de riscos, entre outros.

“Além dessas funcionalidades a aplicação tem como objetivo criar uma fórmula de pagamento unificada. Com essa funcionalidade você conseguirá realizar o pagamento de passagens com o seu próprio celular, inibindo o uso de cartões, dinheiro ou vale transportes físicos”, explica o Marcos. Além dele integram o grupo Renan Rodrigues, Matheus Alexandre, Leonardo Silveira, Igor Pereira, Julian Welter e Bruno Pieper.

Segundo ele, o projeto pode ser expandido para unificar o transporte urbano no Estado e até mesmo no país, possibilitando utilização do transporte em qualquer cidade, pagando e recebendo informações sempre com o mesmo aplicativo.  “Outro diferencial é que além dos aplicativos para celulares Android e IOS vamos disponibilizar um link que os usuários poderão acessar por qualquer navegador de celular ou computadores”, acrescenta, ao destacar o apoio do Centro da Juventude Itachir Tagliari, onde o grupo ficou alocado por um período, entre outras parcerias.