Árvore “pau ferro” apresenta risco e será removida do pátio da prefeitura

A árvore, que mede mais de 20 metros de altura, cresceu com dois troncos que foram se abrindo ao longo do tempo e corre o risco de cair – Foto: Divulgação

A árvore denominada “pau ferro” do pátio da prefeitura terá que ser removida por recomendação de técnicos da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. A árvore, que mede mais de 20 metros de altura, cresceu com dois troncos que foram se abrindo ao longo do tempo e corre o risco de cair. “Nos últimos cinco anos os dois troncos se abriram cerca de 10 centímetros”, disse o secretário municipal Franco Sanches, que é engenheiro ambiental.

Segundo ele, a árvore deverá ser inteiramente removida ainda nesta semana, pois caso os pesados troncos continuem se abrindo cairão sobre o prédio do Paço Municipal e na rede elétrica da Avenida Manoel Mendes de Camargo. O secretário lembra que o risco de queda e espécies proibidas no Estado estão entre os critérios para remoção. No ano passado, segundo ele, cerca de 200 árvores foram retiradas no perímetro urbano.

Encontrado do sudeste ao nordeste do Brasil, o pau-ferro é muito comum em praças, parques e ruas do país, sendo facilmente identificado por seu tronco liso e cinzento quando jovem, que aos poucos perde a casca em placas, tornando-se malhado. As flores são amarelas e pequenas e a floração ocorre no verão e no outono.

O plantio do “pau ferro” deve ser evitado em calçadas, sob fiação elétrica e em locais de trânsito intenso de pessoas e carros, pois os galhos tendem a quebrar e cair com tempestades.  É muito utilizado para o paisagismo por suas características ornamentais e de sombreamento,  movelaria e construção civil. O porte da árvore é imponente e pode atingir até 30 metros de altura.

No lugar da árvore que será extraída, será plantada outra, de espécie mais adequada, ainda a ser definida pela SEAMA.