Por que as apostas esportivas se tornaram uma tendência no Brasil

Proibidas até o ano passado, mercado brasileiro entra na mira de empresas do exterior – Foto: Agência Cult Edge

As apostas esportivas são um nicho de mercado bastante recente. Afinal, elas só foram legalizadas no país em dezembro de 2018. Esse movimento do governo federal partiu inicialmente da intenção de lucrar em cima das transações e dos impostos sobre esses jogos.

Mas não só: os apostadores brasileiros até então eram obrigados a apostarem em sites hospedados no exterior.A sanção dessa lei permitiu que os consumidores do segmento no Brasil se sentissem mais confiantes e mais seguros num mercado que é bastante forte fora do país.

ALTAS EXPECTATIVAS

As apostas esportivas ainda estão em fase inicial de regulamentação. Isso significa que o Ministério da Economia está em um momento de estudos a respeito de qual a melhor maneira de proceder em relação ao licenciamento desses jogos.

É preciso, por exemplo, estimular mecanismos e formas de concorrência que não privilegie um grupo de pessoas em detrimento de outro.

Além disso, é preciso haver fiscalização em todos os níveis. Quem aposta, quem recebe o dinheiro da aposta e a própria União precisam ser constantemente fiscalizados, para que não haja qualquer tipo de corrupção no meio.

Uma vez que esse tipo de apostas virou tendência no Brasil, as autoridades temem que haja golpes financeiros que busquem dar prejuízos aos apostadores. Não há como negar que essa preocupação procede, já que esse nicho movimenta altos valores.

Apesar disso, as expectativas entre os veteranos e entre os apostadores mais jovens e iniciantes é alta. Não é à toa que o segmento de site de apostas brasileiro continua a crescer.

COMO FUNCIONARÃO AS APOSTAS NO BRASIL

Apesar de sabermos que o brasileiro é muito apaixonado por futebol, a esperança dos empresários donos das casas de apostas nacionais é que haja diversificação entre os apostadores.

Fora do país, por exemplo, principalmente na Europa, é muito comum que as pessoas apostem nos mais diversos esportes. MMA, basquete, vôlei, tênis, golfe e futebol americano são alguns exemplos de nichos esportivos que rendem muito dinheiro.

De qualquer forma, a intenção inicial da União é fazer com que todos os sites licenciados junto ao Governo tenham uma representação local. Isso é importante, pois o Ministério da Economia manifesta grande interesse em ter nesse mercado a criação de centenas de vagas de emprego em todo o país.

Legalizando essas operações, haverá a possibilidade de um retorno financeiro enorme para o Brasil. Esse dinheiro poderá ser investido em modernizar a estrutura das apostas esportivas no país, por exemplo.

É importante lembrar, ainda, que o Brasil é atualmente o 13º mercado de jogos do mundo. Os e-sports estão crescendo entre o público gamer nacional. Além dos esportes físicos, portanto, pode ser um grande investimento em um futuro próximo abrir espaço para apostas em competições de jogos digitais.

Com um futuro em aberto no Brasil, as apostas esportivas estão deixando de ser tendência para se tornarem uma grande afirmação.

Agência Cult Edge