Integrado cria Comissão para monitorar e prevenir Coronavírus

Os professores médicos e profissionais especialistas na área da Saúde da Instituição vão acompanhar a situação

O Grupo Integrado anunciou, na sexta-feira (13), a criação de uma Comissão Permanente de Prevenção ao Covid-19. O órgão, formado por diversos departamentos e setores da Instituição, vai monitorar a situação do Coronavírus na região e dar todo o suporte aos universitários, alunos e colaboradores.

Em conformidade com as orientações do Ministério da Educação para as Instituições de Ensino, o Grupo Integrado formou a Comissão Permanente de Prevenção ao Covid-19. Os professores médicos e profissionais especialistas na área da Saúde da Instituição vão acompanhar os casos de perto, além de sugerir, com o auxílio de diversos departamentos, medidas de prevenção e controle da doença.

Os casos positivos de Coronavírus (Covid-19), que foi definido como pandemia na quarta-feira (11), crescem em ritmo acelerado no Brasil e no mundo. Até a tarde desta sexta-feira (13), Campo Mourão não registrou nenhum caso da doença. Por isso, a orientação do Ministério da Saúde é manter a calma e se atentar aos sintomas.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia, neste momento da epidemia no Brasil, não é recomendado fechar escolas, faculdades ou escritórios. Nos idosos com mais de 80 anos e comorbidades, a letalidade da doença pode chegar a 15%. Já no caso das crianças, a Covid-19 tem se apresentado de forma leve e a letalidade é próxima a zero. Portanto, o fechamento de escolas em cidades em que não há casos, ou em que eles sejam importados, ou a transmissão é local, o fechamento desses locais pode ser prejudicial à sociedade.

Os sintomas do Coronavírus são muito parecidos com os da gripe: coriza, tosse, dor de garganta e febre. Em casos mais graves, há ainda complicações respiratórias. De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia, de 80 a 85% dos casos são leves e não necessitam de hospitalização, caso haja atendimento médico imediato.