Escola Municipal Castro Alves conclui projeto Mil Árvores

O projeto ofereceu 10 espécies de árvores frutíferas e cada morador teve direito a até três mudas – Foto: Divulgação

A Escola Municipal Castro Alves concluiu no mês passado o projeto “Mil Árvores”, voltado ao plantio de mudas frutíferas na Vila Guarujá, onde está localizada a escola. Para viabilizar o projeto, a escola teve o apoio do Rotary Campo Mourão, Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Lions, Colégio Agrícola, Grupo Agloflorestar do curso de Engenharia Ambiental da UTFPR.

“Com ajuda dessas parcerias realizamos mutirões com os alunos para plantar mudas nos quintais de residências no bairro, conforme pedido das famílias que manifestaram interesse por meio de cadastro na escola”, explicou a diretora, Luana Xavier de Quadros. Segundo ela, apesar do projeto ter sido concluído com a demanda atendida, a escola ainda tenta conseguir mudas de poncã.

O projeto ofereceu 10 espécies de árvores frutíferas e cada morador teve direito a até três mudas. A ideia surgiu através do Núcleo Rotariano de Desenvolvimento Comunitário do qual fazem parte pessoas da comunidade, a maioria pais de alunos. “Optamos pelo plantio de árvores frutíferas pensando na questão da sustentabilidade, polinização, alimentação e da beleza do paisagismo”, explicou o ex-diretor Marcelo Cruz, que estava à frente da direção quando do início do projeto.

As espécies foram definidas pelo Grupo Agloflorestar, conforme disponibilidade de mudas e adaptação à região, cedidas pelo Horto Municipal e cidades vizinhas. Assim foram disponibilizadas mudas de gabiroba, ariticum (fruta do conde), jabuticaba, pitanga, araçá, cereja, bacupari, jenipapo, amora e manga. “As famílias atendidas comprometeram-se a cuidar das árvores”, completa a diretora.