Colégios Rondon e Osvaldo Cruz aprovam modelo cívico-militar 

Campo Mourão terá quatro colégios cívico-militares a partir de 2021. Além da Unidade Polo e Darci Costa, os colégios Marechal Cândido Rondon e Osvaldo Cruz também aprovaram o novo modelo de ensino em consulta encerrada ontem. 

No Rondon, 815 votaram a favor, 167 contra e um voto foi considerado nulo. No Osvaldo Cruz também a grande maioria da comunidade escolar votou pelo sim: 174 contra 43 votos contrários.  

Segundo a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEED), foram escolas que pediram para mudar o modelo tradicional e adotar o cívico-militar.  

O presidente da Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF) do Colégio Marechal Rondon, Jeferson Molinari comemorou a mudança para o cívico militar. “Nós da APMF, e direção do colégio estamos muitos felizes pela aprovação da comunidade para o modelo cívico militar”, disse Molinari. 

 

MODELO CÍVICO-MILITAR   

A nova modalidade de ensino será aplicada em escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. Os colégios vão contar com aulas adicionais de Português, Matemática e Civismo, que vão permitir aos estudantes o aprofundamento no estudo sobre leis, Constituição Federal, papel dos três poderes, ética, respeito e cidadania. No Ensino Médio, haverá também a adição da disciplina de Educação Financeira. 

Além das questões curriculares, outra mudança trazida pela nova modalidade é a gestão compartilhada entre civis e militares. O diretor-geral e o diretor auxiliar, bem como a ministração das aulas, permanecem sendo de responsabilidade dos professores da Rede Estadual.  

O diretor cívico-militar, subordinado ao diretor-geral da instituição, será responsável pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares. Conforme o tamanho da escola, haverá também de dois a quatro monitores militares.