Colégios da rede estadual intensificam ações para manter alunos nas escolas

Foto: SEED/PR

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte encerra nesta sexta-feira (10) a Semana D de Mobilização Escolar, uma campanha que envolveu todos os colégios da rede estadual de ensino com o objetivo de melhorar a frequência e combater a evasão escolar. A iniciativa é parte do programa Presente na Escola, criado em 2019 para manter alunos em sala de aula e prevenir abandonos.

A Semana D registrou uma série de iniciativas por toda a rede, como contatos com agentes do poder público — como procuradores regionais —, mensagens em carros de som, anúncios em emissoras de rádio e chamadas durante a missa. Em cidades como Pato Branco, até os times do município se engajaram para compartilhar a mensagem da importância da educação.

Para reunir todas as ações e compartilhar boas práticas entre as escolas, foi organizado um dia inteiro de lives, com apresentações de alguns destaques feitas por diretores, professores e os próprios alunos. “A intenção foi divulgar todo um trabalho realizado, que não acontece apenas na semana D. A proposta é mostrar a importância de os alunos estarem na escola e conscientizar a população sobre o direito à educação”, explicou Orivaldo Június Alexandre, coordenador do Presente na Escola.

INICIATIVAS

No Colégio Estadual Vandyr de Almeida, de Cornélio Procópio, Norte do Estado, os alunos relataram as ações desenvolvidas. O destaque ficou com a rádio musical produzida por eles.

No Centro Estadual de Educação Profissional Professora Maria Lydia Cescatto Bomtempo, que fica na cidade de Assaí, também na região Norte, o diretor Aquiles Fernandes, contou como conquistou os estudantes de forma criativa e sem precisar gastar mais dinheiro.

“Nos últimos anos a qualidade da merenda melhorou muito. Os itens da merenda são iguais para todas as escolas, mas percebi que poderíamos melhorar a forma de fazer. E foi um trabalho de criatividade, sem precisar de recursos para comprar coisas diferentes”, disse.

Por lá, as refeições são pensadas de forma temática. Como está localizado em uma região bastante marcada pela colonização japonesa, é comum o colégio ter um cardápio com inspiração oriental, contendo pratos como yakisoba e yakimeshi. “Temos uma parceria com o SEBRAE, que nos ajudou na apresentação das refeições. Foi uma sacada que contribuiu muito para trazer e manter os estudantes na escola, até porque os pais e responsáveis veem que estamos tratando bem os filhos e isso gera confiança”, concluiu.

Fonte: Agência Estadual de Notícias