5 Motivos para investir em um curso à distância

Os cursos à distância, também conhecidos como EAD (Educação a Distância) estão se tornando extremamente populares e ganhando mais espaço. São dezenas de faculdades e escolas que têm adaptado disciplinas e cursos para um público cada vez mais crescente. Essa nova realidade tem alguns motivos para crescer cada vez mais:

  1. Maior Comodidade

Os cursos EAD surgiram para apoiar pessoas que desejavam fazer um determinado curso mas não conseguiam por razões superiores como falta de tempo, espaço ou dificuldade de conciliar horários.

E sem dúvidas as coisas mudaram. Antigamente só havia horários específicos para estudar formalmente e as atividades tinham hora certa. Hoje em dia não. Por causa das necessidades pessoais, é possível que se escolha o melhor horário e oportunidade para fazer o que deseja. E os cursos também vem acompanhando isso. Nem todos podem estar na faculdade no horário da manhã, mas é bem provável que consiga acessar uma plataforma online na hora do almoço, ou quando chegar em casa.

E, veja, além da escolha do horário, também o estudante escolhe qual o melhor ambiente, seja ele no conforto de seu lar, no escritório, em uma biblioteca ou banco de uma praça. O nome disso é comodidade. Ter um mundo à sua disposição no local e horário que for aprazível, bastando somente para isso ter acesso à internet através de um celular, computador e/ou tablet. E todos nós sabemos que o conforto aumenta em muito a produtividade.

Esse fator sem dúvidas é o primeiro que chama a atenção. Mas é necessário também que o estudante preste atenção para que o foco não seja perdido. A flexibilidade de horários é um fator que não deve ser motivo para se desviar de seus estudos. É preciso que o aluno estabeleça seus horários e os cumpra com o mesmo rigor que teria em um curso presencial, conciliando bem sua carga horária e outras atividades laborais.

Um dos nichos que mais se beneficiam dessa flexibilidade no tempo são os cursos de idiomas. Assim, as escolas ajudam os alunos que querem começar a aprender uma nova língua, proporcionando acesso em qualquer dia e horário e fazendo com que o aluno estude de acordo com seu ritmo.

  1. O curso geralmente é mais barato

Essa é uma realidade. Os cursos à distância geralmente têm seus valores mais reduzidos do que os presenciais. E os fatores já são conhecidos. Nos presenciais há despesas que incluem aluguel de local, manutenção, material, mão de obra e outros que acabam sendo computados no valor final.

E embora tenha custos com relação à plataforma, realização e finalização de vídeo-aulas, professores e técnicos, estes não chegam ao dispêndio da modalidade presencial. Por isso é tão fácil encontrar cursos EAD com os mesmos conteúdos sendo mais baratos do que nos presenciais.

É preciso observar que a economia reflete também em outros fatores como deslocamento para a o local de estudo ou faculdade, gastos com transporte, materiais de estudo impressos e até mesmo alimentação que o aluno possa a vir gastar.

  1. Diplomas que possuem o mesmo valor que os de um curso presencial

Essa é uma dúvida constante entre as pessoas que ainda não conhecem essa modalidade de ensino. Há uma variedade imensa de cursos oferecidos e isso aumenta cada vez mais. Para que não existam dúvidas, é necessário que o aluno observe se o curso é regulamentado pelo MEC. Sendo regulamentado, ele terá o mesmo peso que um presencial, já que a instituição avalia tanto os presenciais quanto os à distância e seguem certos critérios.

E uma das regras é que as provas finais dos cursos superiores (graduação e pós-graduação) sejam presenciais. Alguns cursos possuem também uma carga horária específica para encontros, geralmente também no final do período onde alunos e professores interagem pessoalmente em um polo presencial.

  1. Inovação no ensino

É impossível ignorar os avanços tecnológicos. E o EAD sem sombra de dúvidas é um avanço nesse setor. Através da plataforma, o aluno tem acesso a uma completa cobertura com vídeo-aulas, apostilas, chats para bate papo com outros colegas de turma e professores e total acesso ao material de ensino.

Esse material é feito com a mesma responsabilidade daqueles utilizados em aulas presenciais, mas trazendo inovações que permitam uma maior interatividade e envolvimento com o ambiente virtual. Este, por sua vez, deve ser inteiramente intuitivo, tendo em vista as diferenças de idade, níveis de informação e outras dificuldades que o aluno inicialmente possa ter.

  1. Variedade de cursos e professores qualificados

É grande a importância dos profissionais por trás dos cursos à distância. Eles são essenciais para o bom funcionamento do mesmo, juntamente com o material oferecido e a plataforma. Isso se reflete também numa questão: Cada vez mais profissionais estão se qualificando para esse tipo de educação e essa formação só melhoram os resultados. Os professores devem manter um bom apoio didático como as apostilas atualizadas e material de apoio. Já os tutores (ou facilitadores) devem estar disponíveis para orientar e possibilitar o desenvolvimento dos alunos, tirando todas as dúvidas. Esse trabalho conjunto é essencial para que tudo ocorra de uma maneira fluída, e para isso todos os profissionais precisam ter um profundo conhecimento sobre os assuntos.

É preciso destacar também, além do crescimento de cursos formais, é observado um aumento cada vez maior de cursos livres, que são aqueles que, apesar de não serem superiores, trazem acesso e aperfeiçoamento em outras áreas como artes, informática, línguas e outros. Isso só demonstra mesmo que os cursos à distância realmente vieram para ficar.