Como funciona o crédito consignado?

Em tempos de crise, é natural que você, em algum momento, perca o controle das finanças. Gastos extras aparecem, o dinheiro acaba ficando curto mais cedo do que se imaginava e a necessidade do empréstimo se faz necessária. Diante desse cenário, um dos aspectos mais importantes é a simulação de empréstimo.

É fundamental que, antes de solicitar qualquer empréstimo, você saiba exatamente o quanto vai gastar e de que maneira pretende pagar sua dívida. Planejar seus gastos e equilibrar sua receita são passos importantes antes de fazer contato com alguma instituição financeira ou cooperativa que faça o empréstimo.

Após essa organização, você pode escolher um modelo de empréstimo. Um dos mais utilizados é o crédito consignado. Apesar de ser bem atraente e ter boas condições de pagamento, é necessário pensar e planejar bastante antes de fazer a contratação — para evitar surpresas desagradáveis no futuro.

O crédito consignado é aquele tipo de empréstimo que você solicita e passa a ter o valor das parcelas cobrado direto na folha de pagamento — ou seja, o desconto é feito diretamente no salário ou na aposentadoria. Por isso, ele é direcionado para servidores públicos, quem trabalha de carteira assinada, aposentados e pensionistas.

Se você busca uma alternativa que ofereça boas condições, pode começar a considerá-lo. Os juros são menores do que em um empréstimo “tradicional”, porque as instituições acabam assumindo um risco menor — se a parcela é descontada do salário, as chances de atrasos e “calotes” também acabam sendo pequenas.

Porém, nem sempre as pessoas que trabalham de carteira assinada têm essas mesmas condições, já que podem ser demitidas a qualquer momento. Dessa forma, as taxas mais atraentes acabam sendo praticadas, de modo geral, para aposentados, pensionistas e funcionários públicos.

As parcelas do crédito consignado são descontadas diretamente do seu salário (ou benefício). Na hora de fechar o contrato, as taxas de juros são definidas e não mudarão ao longo do prazo. Dessa forma, você tem a tranquilidade de saber que, em todos os meses — do primeiro ao último —, o valor descontado será o mesmo. Isso ajuda bastante na hora de planejar o pagamento das outras contas.

Você pode conseguir o empréstimo consignado em qualquer instituição, mesmo que não tenha uma conta aberta no banco em questão. Só existe algum empecilho caso o seu nome tenha restrição interna. Dessa forma, você tem liberdade para escolher onde quer obter o crédito, com base nas taxas e condições que achar mais atraentes.

Assim como pode ser bem vantajoso, o crédito consignado também tem alguns contras. Por ser descontada direto do seu salário ou benefício, a parcela desse empréstimo tem uma data fixa para ser abatida. Isso significa que se você tiver qualquer problema financeiro em algum momento, não poderá adiar o pagamento — já que o recebimento já chega no banco com o valor descontado.

Além disso, não são todas as pessoas que podem solicitá-lo. Justamente por ser descontado direto do pagamento, não são todas as pessoas que podem obter o empréstimo consignado. Assim, quem está apto a solicitar são trabalhadores com carteira assinada, servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS e militares das forças armadas.