Luiziana: Merenda escolar sem qualidade faz prefeitura romper contrato com empresa

A prefeitura chegou a notificar a empresa para que recolhesse os itens sem condições de uso, o que não ocorreu. – Foto: Divulgação

O prefeito de Luiziana, Mauro Alberto Slongo, rescindiu contrato com uma empresa de Maringá que fornecia produtos para a merenda escolar. A rescisão foi comunicada por meio de notificação extrajudicial.

Segundo o município, os produtos vinham sendo entregues com atraso e parte dos suprimentos não estavam aptos para o consumo. A prefeitura chegou a notificar a empresa para que recolhesse os itens sem condições de uso, o que não ocorreu.

São dois contratos entre a Prefeitura e a empresa de Maringá, num valor aproximado de R$ 110 mil, cujos contratos têm validade de um ano.  “A partir do momento em que se mexe com nossas crianças, diria que a irresponsabilidade foi muito grande dessa empresa, nós sempre prezamos pela qualidade dos alimentos”, disse o prefeito Mauro Slongo.

Segundo o secretário de Educação de Luiziana, José de Souza Santos, essa não é a primeira vez que a empresa entrega alimento impróprio para o consumo. “Houve outras vezes que tivemos que solicitar a troca dos alimentos por não apresentar a qualidade para o consumo, nós temos uma equipe que acompanha a qualidade da merenda escolar, além da coordenadora da merenda, temos uma nutricionista que acompanha detalhadamente a qualidade de cada alimento entregue”, declarou o secretário, informando que a empresa tem prazo para recorrer da decisão, mas assegura que não faltará merenda escolar.  (Da Assessoria)