PM arromba casa e impede que marido mate mulher em Engenheiro Beltrão

A Polícia Militar de Engenheiro Beltrão impediu que um caso de violência doméstica tivesse desfecho trágico na noite desse domingo na cidade. Após trancar o portão com um cadeado, um homem armado com um facão feriu a companheira e a manteve em cárcere privado, até que os policiais foram acionados e o detiveram, antes que ele a matasse.

O crime ocorreu na rua Espírito Santo, no conjunto Andorinhas, em Engenheiro Beltrão, por volta das 20h desse domingo. A PM de Beltrão contou apoio das equipes de Quinta do Sol e Fênix.

A mulher de iniciais N.W. da S., 30 anos, sofreu um corte profundo em uma das mãos e também na parte frontal da cabeça. O agressor, identificado pelas iniciais R.G. de O., 39 anos, ameaçou matar a mulher se os policiais invadissem a casa dele.

As equipes da PM tentaram dialogar, mas o homem não respondia. Ao perceberem por um buraco da parede que a vítima corria risco de ser morta, os policiais arrombaram o portão.

Ainda assim o agressor não se entregou e segurou a mulher pelo pescoço, fazendo ameaças de matá-la na frente dos policiais. Houve diversas tentativas de diálogo para que ele libertasse a companheira, mas sem êxito.

Em um determinado momento e numa ação rápida, os policiais conseguiram imobilizá-lo, libertando a vítima. A mulher recebeu os primeiros atendimentos no hospital Santa Casa de Engenheiro Beltrão, mas por conta da gravidade dos ferimentos, precisou ser removida para a Santa Casa de Campo Mourão.

Segundo a PM, ela corre o risco de perder os movimentos dos dedos. O agressor foi imobilizado, algemado e encaminhado para a delegacia de Engenheiro Beltrão.