Paraná Turismo presta contas das atividades de 2016

douglas


Estratégias e parcerias envolveram 14 regiões turísticas

O secretário do Esporte e do Turismo do Paraná, deputado licenciado Douglas Fabrício, e o diretor-presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, estiveram reunidos nesta terça-feira (20 de dezembro) para fazer um balanço positivo das atividades da pasta.

Na prestação de contas de 2016 da área do turismo, o secretário Douglas Fabrício apresentou diversas conquistas que uniu mais o trade.

“Nestes dois anos com estratégias focadas em parcerias e na valorização das iniciativas das 14 regiões turísticas do Paraná conseguimos mudar o sentido da curva histórica da gestão do turismo. Hoje com certeza a área está reposicionada. A boa relação com o governo Beto Richa proporcionou um ambiente favorável para colocarmos nossos projetos em prática”, argumenta.

Entre as conquistas, Douglas elencou o fortalecimento da CEPATUR (Conselho Paranaense de Turismo) – que envolve 53 organizações e que tem na vice-presidência a ABAV-PR (Associação Brasileira de Agentes de Viagens do Paraná), a elaboração do Masterplan (Plano Decenal de Turismo denominado “Paraná Turístico 2026”, que será encaminhado à Assembleia Legislativa do Paraná para a transformação da iniciativa em lei), promoção do turismo nas principais feiras, salões e festivais onde o setor empresarial conta com estrutura para expor seus produtos, investimentos na informação turística com a criação do PIT (Posto de Informações Turísticas) no Aeroporto Affonso Pena, utilização de van como PIT móvel para levar informações turísticas a todo o Paraná, aplicação do programa “Com Guia É Mais Turismo” que valoriza o trabalho dos guias como agentes de desenvolvimento do turismo, resgate do artesanato do Paraná como produto associado ao turismo – com espaço diferenciado dos eventos de Curitiba (Salão do Turismo) e de Foz do Iguaçu (Festival das Cataratas), organização do projeto “Caminhos Históricos do Paraná” – com o trabalho para o “Caminho de Peabiru”, resgate do patrimônio jesuítico com o projeto “Monges do Paraná”, participação técnica no projeto “Parques do Paraná” e “Angra Doce”, planejamento de turismo sustentável para a região Sudoeste (Vale do Iguaçu), apoio às iniciativas na área de gastronomia – em especial às associadas aos eventos turísticos, criação do “Centenário do Turismo Paranaense” com exposições, agenda comemorativa e troféus às personalidades que marcaram a história do setor no Paraná.

Uma das medidas destacadas pelo governador Beto Richa foi o Masterplan Paraná Turístico 2026. Segundo ele, o plano fortalece o setor. “Este documento demonstra a preocupação e o planejamento de nosso governo e do trade turístico para a área. O projeto tem uma importância fundamental porque acreditamos nas potencialidades e nos resultados do turismo do Paraná. É um setor que impacta em diversos segmentos da nossa economia, gerando oportunidades de emprego e renda à nossa população”.

Segundo o diretor-presidente da Paraná Turismo, professor Jacó Gimennes, a relação cordial com o poder Executivo e a união do trade turístico possibilitaram todas as realizações.

“O segredo de todas as conquistas pode se resumir a autonomia recebida pelo governo e o respaldo cotidiano da liderança administrativa e política do secretário Douglas Fabrício, que junto com os parceiros e a equipe técnica puderam mostrar que o Paraná tem no turismo uma área que impulsiona a economia em momento de superação da crise pela qual enfrenta o país”.