Região tem mais de 7 mil casos de dengue, quase 900 em C. Mourão

Foto: Valdecir Galor/SMCS

A dengue continua preocupante na região da Comcam. Segundo boletim divulgado nesta terça-feira, 21, pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA), somados os 25 municípios da Comcam, são 7.265 casos a partir de agosto do ano passado.

Foram 487 novos casos após o últimos levantamento divulgado no início da semana passadas. O município de Terra Boa lidera com 3.080 confirmações, seguido de Campo Mourão, com 897, e Ubiratã que aparece em terceiro, com 775.

PARANÁ

A nível estadual, a Sesa confirmou mais oito mortes em decorrência da doença, aumentando para 59 o número total de óbitos no Paraná. As pessoas que faleceram tinham entre 61 e 91 anos. Eram sete homens e uma mulher.

Elas residiam em Medianeira (2), Cascavel (2), Maringá (1), Assis Chateaubriand (1), Formosa do Oeste (1) e Toledo (1). Os óbitos ocorreram entre 24 de abril e 2 de junho de 2022.

O informe registra 104.592 confirmações de casos no Paraná. São 7.636 a mais em comparação com a semana passada. Além disso, são 221.710 notificações e 352 municípios já tiveram casos confirmados, cerca de 88% dos municípios paranaenses.

“Nossas equipes seguem em alerta e combatendo o vetor Aedes aegypti em todas as regiões do Paraná, realizando ações de combate, além de capacitações e orientações a todos os profissionais de saúde para o enfrentamento da dengue. É importante que a população busque atendimento nos serviços de saúde em caso de sintomas de dengue e evite automedicação”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

Além dos casos de dengue, foram registrados mais dois casos de febre chikungunya, somando 21 (seis autóctones e 15 importados). Durante este período não houve registro de casos de zika.