Dengue avança e já chega a 17 casos em Campo Mourão

Em alguns bairros, a situação é considerada crítica., – Foto: Clodoaldo Bonete/Tasabendo.com

Mais seis novos casos de dengue foram registrados em Campo Mourão entre terça-feira (26) e o final da tarde desta quinta-feira (28). Os números saltaram de onze (na terça), para 17, em apenas dois dias. Em alguns bairros, a situação é considerada crítica.

“Estamos com surto de dengue no jardim Isabel, fundos do cemitério e parte do jardim Albuquerque, sentido ao Caic, que são as áreas mais críticas, além das proximidades do 11º Batalhão da Polícia Militar, descendo sentido à rodovia, até a loja de peças da Coamo”, disse o responsável pelo Setor de Endemias da secretaria de Saúde, Carlos Bezerra.

A preocupação aumenta com o feriado prolongado de Carnaval, quando muita gente viaja para outras cidades, enquanto outros chegam para visitar parentes em Campo Mourão.  “Antes de viajar é importante observar se há surto de dengue no local onde se pretende ficar e usar repelente ou inseticida, caso haja risco. Quem vem a Campo Mourão deve proceder da mesma forma”, alerta Bezerra.

Dos 17 casos registrados de dengue até o momento, quatro são importados, ou seja, foram contraídos em outros estados, enquanto 13 são autóctones (quando a doença é contraída dentro do município). O setor de Endemias tem feito os bloqueios nos bairros onde residem os pacientes infectados, o que inclui eliminação dos focos e pulverização.

“O período de chuva tem contribuído para o aumento de larvas do mosquito, por isso pedimos que as pessoas redobrem os cuidados, eliminando recipientes com água. Cidade limpa é aquele que não se suja. Todos precisam se mobilizar nesse momento para que a cidade não venha a enfrentar uma epidemia de dengue”, adverte Bezerra.