Campo Mourão pode ter mais casos de dengue

Na semana passada o município registrou o primeiro caso positivo de dengue após 32 meses – Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde encaminhou mais 15 exames suspeitos de dengue para análise do Laboratório Central do Estado (Lacen). “Apesar de não termos ainda o resultado, que demora alguns dias, pelo menos sete desses casos já trabalhamos como positivos, pelas características apresentadas pelos pacientes”, antecipa o responsável pelo Setor de Endemias, Carlos Bezerra.

Segundo ele, os sete casos suspeitos foram registrados nos bairros Alvorada (1), Albuquerque (3), Isabel (2) e Nossa Senhora Aparecida (1). “Em um desses imóveis os nossos agentes encontraram 11 focos do mosquito, o que significa que a negligência ainda é muito grande”, lamenta Bezerra. Ele ressalta que dos casos suspeitos já analisados pelo Laboratório Central, deram negativos: 38 de dengue, um de zika vírus e dois de chikungunya.

Na semana passada o município registrou o primeiro caso positivo de dengue após 32 meses. A paciente infectada é moradora do Jardim Flora. O setor de Endemias já fez os bloqueios no bairro onde houve o caso positivo e nos suspeitos, o que inclui pulverização. “Já sabemos que o caso positivo é autóctone, ou seja, a pessoa foi infectada aqui mesmo”, informou Bezerra.

Ele lembra que o alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti no município (11,4 por cento), torna a situação mais preocupante. “A população tem que se conscientizar que não pode deixar água parada porque o risco de epidemia é muito grande. Todos podem fazer sua parte e até um pouco mais”, acrescentou Bezerra, ao lembrar que quando uma pessoa contaminada é picada pelo mosquito, o inseto transmitirá a doença para tantas quantas pessoas forem picadas por ele.