Secretário de Fazenda e Administração presta contas do 1º quadrimestre

Segundo o secretário, as receitas da prefeitura fecharam o 1º quadrimestre de 2019 em R$ 116.508.878,18 milhões – Foto: Divulgação

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara de Campo Mourão recebeu na noite da última quarta-feira (29), o secretário municipal de Fazenda e Administração, Aldecir Roberto da Silva, para prestação de contas do Executivo, em relação ao 1ºquadrimestre de 2019. As receitas totalizaram R$ 116.508.878,19 e as despesas R$ 84.754.243,96, segundo o relatório da prefeitura.

O documento faz parte da prestação de contas que deve ser apresentado à Comissão de Finanças e Orçamento (CFO), da Câmara, a cada quatro meses, conforme determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo o secretário, as receitas da prefeitura fecharam o 1º quadrimestre de 2019 em R$ 116.508.878,18 milhões, um déficit de 1,17% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita do ano passado ficou em R$ 117.891.423,22. “O motivo principal na queda de 1,17% nas receitas foram as transferência da União, as operações de crédito e as receitas do Regime Próprios de Previdência Social (RPPS)”.

Os valores arrecadados com IPTU subiram de R$ 12.461.997,68 no 1º quadrimestre de 2018 para R$ 14.227.975,90 no mesmo período deste ano. Já o repasse do governo federal do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), passou de R$ 12.084.472,28 em 2018 para R$13.249.189,25, neste ano.

As despesas, de acordo com o secretário, ficaram em R$ 84.754.243,96, sendo R$ 41.076.751,66 despesas com pessoal e R$ 27.760.146,88 com manutenção, materiais e serviços.

Conforme o secretário, os investimentos que estão sendo realizados no município, são resultados do empenho dos vereadores. “Campo Mourão está investindo graças aos vereadores que estão autorizando os empréstimos”.

Para o presidente do Legislativo, Olivino Custódio, a audiência além de ser obrigatória é uma oportunidade dos vereadores – membros da Comissão de Finanças e Orçamento – e da população, de questionar o secretário para sanar eventuais dúvidas a respeito das receitas e despesas do município. “As audiências demonstram a transparência do Poder Legislativo e do Executivo. A Câmara realiza as audiências por conta das Comissões e para tornar o processo transparente”.

O presidente da Comissão de Finanças e Orçamento (CFO), Edson Battilani e o vereador Tucano, membro da Comissão, lembraram a importância da prestação de contas. “Além de demostrar transparência, sana dúvidas da população em relação às receitas e despesas do Executivo”.