Condescom participa de reunião com a Rede+Brasil e Ministério da Economia

Várias pessoas de diversos estados brasileiros participaram da reunião

Apesar da atual situação mundial de disseminação do novo coronavírus (COVID-19), a Rede +Brasil não parou de trabalhar. Os eventos presenciais da Rede tiveram que ser suspensos. Contudo, as reuniões estão acontecendo agora por videoconferência. A exemplo, nessa terça-feira (23), foi realizada a 9ª Reunião do Comitê Gestor da Rede +Brasil – Elo Municipalista, com a participação do Consórcio do Desenvolvimento da Comcam (Condescom),  representado pelo coordenador, Renato de Lima Correia.

Várias pessoas de diversos estados brasileiros participaram da reunião, que entre as pautas discutiu: transferências especiais; grupos Aplicativos +Brasil; análise paramétrica; e prazos das transferências em caso de alteração da data das eleições 2020. Este último tema foi sugerido pelo Condescom.

“O fortalecimento da Rede Municipalista depende diretamente da atuação dos agentes técnicos, como interlocutores dos governos na esfera estadual e federal e principalmente com os municípios. É um papel estratégico que exige estar integrado com as causas e a forma de operação do movimento em rede e comprometido com as mudanças e demandas da administração publica municipal, de forma coletiva para melhorar toda uma região, com sua adversidade e peculiaridade”, destacou Correia.

Segundo ele, os casos concretos e demandas levantadas são a base dos trabalhos dos técnicos nos municípios, onde se efetiva as políticas públicas. “Para tanto acreditamos no fortalecemos desta Rede, com subsídios técnicos, que visa sanar os eventuais contratempos, narrado na operacionalização das transferências voluntaria da união”, frisou.

Correia disse que o Condescom tem a seguinte filosofia que ‘o município forte tem como consequência uma região forte’. “E uma região forte, faz um Estado forte e consequentemente um Brasil forte”, afirmou. Ele acrescentou que o Condescom vem participando de todos os eventos e reuniões da rede. O coordenador lembrou ainda que a entidade é a única do Estado do Paraná a participar com voz ativa na Rede+Brasil. “Com muito trabalho chegamos até aqui”, argumentou.

TRÊS EIXOS

A Rede +Brasil atua em 3 eixos: melhoria da gestão:  promover ações de melhoria da gestão nos processos de transferências da União; capacitação: identificar, organizar, promover e difundir temáticas por meio da realização de cursos e encontros com o objetivo de auxiliar os órgãos concedentes, convenentes, controle ou outros interessados, nas diferentes esferas de governo e de Poderes, na operacionalização da Plataforma +Brasil e suas ferramentas de Gestão; e comunicação e transparência: aprimorar as atividades de comunicação e transparência dos instrumentos de transferências da União operados na Plataforma +Brasil.