Homem baleado em danceteria dá versão sobre o caso

Ricardo está com o pé inchado e com a marca do tiro que levou – Foto: Divulgação

Ferido com um tiro no pé direito durante uma confusão ocorrida na madrugada de domingo em uma danceteria, na área central de Campo Mourão, Ricardo Silvério, de 40 anos, falou sobre o ocorrido ao Tasabendo.com. Ele disse que foi baleado dentro do estabelecimento e que não estava envolvido na confusão.

“Não tenho nada a ver com a confusão. O tiro veio de fora e eu estava dentro da danceteria. Fui socorrido por um rapaz que se identificou como garçom do local. Ele me levou para a Santa Casa”, contou Silvério.

Segundo ele, ao ouvir os tiros, não sabia se os mesmos estavam sendo disparados dentro ou fora do estabelecimento. “Tudo o que queria era sair dali, mas infelizmente fui atingido de raspão no pé. Quando cheguei ao hospital, a bala foi encontrada dentro do meu sapato. O policial viu e disse que é de pistola 380”, relatou.

Ainda com o pé inchado e se recuperando da lesão, tudo o que Silvério quer é provar que estava no local e hora errada. “Quase não saio em Campo Mourão à noite. A última vez que tinha ido a uma casa noturna  tem 2 anos e meio.”

A Polícia Militar chegou a fazer algumas prisões após os disparos, inclusive com grande apreensão de drogas, dinheiro e munições em dois locais diferentes, mas o autor disparo que feriu Silvério ainda está foragido.