Carlos Tagliari: Outrora, guerreiro nas quadras, agora, Guerreiro do Comércio

Assim como nas quadras esportivas, Carlos Tagliari é também um guerreiro no comércio – Foto: Divulgação

O araponguense de nascimento e mourãoense de coração, Carlos Álvaro Tagliari (de 69 anos), que fez história e transformou-se em verdadeira lenda do futsal no estado, será um dos homenageados com o Troféu Guerreiro do Comércio do Paraná na noite do próximo dia 12 de julho, em Curitiba. A honraria ao ex-atleta de Campo Mourão e da seleção estadual que transformou-se em empresário de sucesso, proprietário há 45 anos da Casa Tapi – Materiais Esportivos e Uniformes, será outorgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná/Sistema Fecomércio Sesc Senac.

Na cerimônia, que vai acontecer nos salões da Expo Unimed, serão homenageados 63 empresários paranaenses de destaque apontados pelos sindicatos filiados a Fecomércio. Uma vez mais também será realizada a entrega da comenda “Ordem do Mérito do Comércio do Paraná” a personalidades. Será a 14ª edição da premiação anual, que também comemora o transcurso do Dia do Comerciante. O evento reúne em torno de 1.000 pessoas todos os anos, entre homenageados, autoridades estaduais e federais, lideranças empresariais paranaenses e nacionais, dirigentes de instituições de apoio ao comércio e caravana que acompanham os homenageados.

A Fecomércio estabelece quesitos para nortear os sindicatos na definição dos homenageados. Projeção do nome da empresa à qual está ligado e reconhecimento pela comunidade, repercussão positiva da empresa e ações inovadoras realizadas no ano anterior são alguns dos critérios.

Nas quadras esportivas, Carlão Tagliari – como é mais conhecido na cidade e no meio esportivo – consagrou-se com zagueiro lutador, de fibra ímpar, que nunca media esforços na busca da vitória. Um guerreiro entre as quadro linhas. Porém, sempre atuando de forma leal. Mas até o seu porte físico avantajado já impunha respeito aos adversários. Isso numa época em que o futsal era ainda conhecido como futebol de salão.

A Associação Tagliari, de Campo Mourão, fez história no futsal do Paraná. Mantida pela Família Tagliari, capitaneada pelo patriarca Itagyr Tagliari (in memorian) e sempre incentivada pela matriarca Iris Tagliari, a equipe foi fundada por sugestão da mãe, às vésperas de um Natal do final da década de 60, com o intuito de que todos os quatro filhos jogassem pela mesma agremiação. Rapidamente, a equipe se transformou em referência e ganhou projeção estadual pelo elevado nível técnico. Aos irmãos, somaram-se outros atletas mourãoenses de grande qualidade, numa época em que se jogava pelo amor ao esporte.

A equipe tricolor manteve a hegemonia do futsal mourãoense por muitos anos e chegou a ter uma escolinha para a revelação de novos valores. Muitos foram os títulos conquistados também em âmbito estadual e por diversas oportunidade representou o Paraná em competições nacionais

GUERREIRO DO COMÉRCIO

Assim como nas quadras esportivas, Carlos Tagliari é também um guerreiro no comércio. Como todo empresário enfrenta com coragem e muita disposição os transtornos provocados pela exagerada carga tributária, os juros altos, a inadimplência, etc.

Porém, a família Tagliari tem longa tradição no comércio. A família radicou-se em Campo Mourão em 1954, oriunda de Anápolis (GO), onde o pai do homenageado trabalhou como comprador de bois para um frigorífico. Mas o avô de Carlos Tagliari já morava em Campo Mourão, o que acabou atraindo a família. O pai do novo Guerreiro do Comércio montou inicialmente um açougue na rua Mato Grosso.

Carlos Tagliari iniciou sua trajetória profissional ajudando o pai na compra e venda de suínos, inclusive fazendo o transporte dos animais para São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, juntamente com os irmãos. Posteriormente, a família teve o Açougue Estrela, na avenida Irmãos Pereira.

A Casa Tapi foi fundada em março de 1974 por Carlos Tagliari e o professor de Educação Física, Vicente Piazza Filho. Dai o nome: Ta (Tagliari) Pi (Piazza). Por cerca de três anos funcionou na rua Harrison José Borges. Por volta de 1978, Vicente Piazza deixou a sociedade e, em seguida, a loja passou a funcionar na avenida Capitão Índio Bandeira, onde permanece até hoje. Atualmente a empresa conta com 14 funcionários diretos.

Carlos Tagliari tem 69 anos, é casado com Lori Pasinato e pai de Carla Cristina. Ele é o terceiro filho do casal Itacyr – Íris Tagliari: Wanderley (in memorian), Itamar, Carlos, Sônia e Luiz Carlos (in memorian). Ele foi o escolhido para receber o Troféu Guerreiro do Comércio do Paraná como representante de Campo Mourão e outros 23 municípios da região que compõem a base do Sindicato Empresarial do Comércio (Sindicam).

Desde que o prêmio foi criado, em 2006, cerca de 650 empresários – de um total de 500 mil empresas paranaenses – foram homenageados. Os homenageados recebem um troféu em bronze, confeccionado pelo artista plástico Luiz Gagliastri. A obra representa uma figura humana estilizada, com pés alados, fazendo alusão ao deus do Comércio, Mercúrio, que segura uma lança com uma pedra de cristal de rocha.