Moradores do Parque das Acácias querem providências sobre terrenos baldios

Além dos entulhos, uma quantidade expressiva de lixo reciclável também é observada pelas ruas do Parque das Acácias – Foto: Divulgação

O excesso de entulhos de construção e de lixo nos terrenos baldios do Parque das Acácias, localizado no Grande Lar Paraná, está deixando os moradores apreensivos. Um dos receios é que o bairro sofra com uma epidemia de insetos, em especial ao escorpião, e de outros animais peçonhentos.

A Associação de Moradores do bairro vai protocolar nos próximos dias na Secretaria da Fiscalização, um documento pedindo maior rigor na fiscalização por parte da prefeitura.

“Vamos cobrar uma ação mais rígida. A situação é preocupante. E os moradores tem razão, por causa dos seus filhos”, explica o presidente da entidade, Jair Elias dos Santos Júnior.

Além dos entulhos, uma quantidade expressiva de lixo reciclável também é observada pelas ruas do Parque das Acácias. Outra queixa da Associação de Moradores é sobre a situação dos bueiros. “Boa parte deles estão com a tampa destruída, ferros retorcidos ou entupidos”, cita o presidente.

A Associação de Moradores também reforça a necessidade que a limpeza dos terrenos baldios – por parte de seus proprietários – sejam realizados dentro das normas estabelecidas pela Prefeitura. Alguns utilizam queimar o mato seco, além de uma ação criminosa, leva risco a saúde dos moradores.