Cidade Natal: Público superou expectativas no jardim Tropical

Ontem foi a vez de milhares de famílias que residem em mais de uma dezena de jardins e conjuntos habitacionais da Asa Leste assistirem ao espetáculo – Foto: Divulgação

A decisão de descentralizar as comemorações natalinas para os bairros de Campo Mourão, pela primeira vez na história do Município, teve evidente aprovação por parte da população, manifestada através da maciça presença dos moradores na apresentação do espetáculo “Um Presente de Natal” realizadas em praças da Asa Oeste e da Asa Leste da cidade.

Neste ano, o Município completou 71 anos, mas foi a primeira vez que a programação natalina contemplou os bairros, não apenas com eventos culturais, mas também com a ambientação de logradouros públicos.

Na noite desta terça-feira (4/12), foi a vez de milhares de famílias que residem em mais de uma dezenas de jardins e conjuntos habitacionais da Asa Leste assistirem ao espetáculo “Um Presente de Natal”, apresentado pelo Espaço Sou Arte na praça do Japão (jardim Tropical). A abertura do evento foi com o coral das Vovós Noelas, lideradas pela primeira dama do Município, Hosana Tezelli. Na sequência discursou o prefeito Tauillo Tezelli e lideranças.

Na segunda-feira, o espetáculo foi apresentado na praça Alvorada (jardim Lar Paraná), também com a presença de grande público. O mesmo espetáculo apresentado no centro da cidade, na abertura da programação natalina, no último sábado, foi encenado nos bairros. Dezenas de artistas profissionais do Espaço Sou Arte participam do espetáculo, que é encerrado com a chegada do Papai Noel.

A descentralização da programação cultural do projeto Campo Mourão – Cidade Natal para os bairros foi aprovada pela população em geral, mas agradou sobretudo as crianças. Para muitas delas, foi o primeiro espetáculo de teatro, circo e dança, com a presença ainda da figura mágica do Papai Noel na região em que moram. Mas também os idosos, pais e mães elogiaram a iniciativa.

A valorização do Natal em Campo Mourão era uma antiga aspiração não apenas dos empresários locais ligados à área comercial, mas também das entidades e da própria população. As reclamações referentes a reduzida decoração instalada na área central, a ínfima programação cultural e a falta de outras atrações foram crescentes até o Natal de 2016. Em contrapartida, cidades vizinhas – como Maringá – valorizavam o espírito natalino e atraiam cada vez mais a região, inclusive muitas famílias mourãoenses e da região.

O Natal é uma data que a população reverencia e que é cercada de toda uma magia, independente da idade, raça, crença, sexo e condição financeira ou cultura da pessoa. Em nenhuma outra data especial do ano, por exemplo, tantas famílias se reúnem, tantas pessoas viajam para rever familiares, tantos os amigos e companheiro se confraternizam. Por outro lado, a data estimula a econômica, incrementa substancialmente as vendas do comércio e fomenta a geração de muitos empregos e renda.

LEI ROUANET

Pelo segundo ano consecutivo, o projeto “Campo Mourão – Cidade Natal” é contemplado através da Lei Rouanet/Ministério da Cultura. A partir da aprovação do projeto apresentado pela Associação Sou Arte ao órgão federal é realizado trabalho junto às empresas para que destinem parte do que pagariam em tributos a União para viabilizar atividades de cunho cultural de Natal, assegurando a permanência dos recursos financeiros na cidade. Esses recursos só podem ser aplicados em ações de cunho cultural. A busca dos patrocínios é reforçada com o empenho de autoridades locais, com o prefeito Tauillo Tezelli e os deputados Rubens Bueno (federal), Douglas Fabrício e Márcio Nunes (estaduais).

Neste ano, o projeto Campo Mourão Cidade Natal – executado pela Associação Sou Arte – tem o apoio da prefeitura, Associação Comercial e Industrial (Acicam), Sindicato Empresarial do Comércio (Sindicam) e da Rede Paranaense de Comunicação (RPC). Conta ainda com o patrocínio da Coamo Agroindustrial Cooperativa, Sanepar, Condor Hipermercado, Fertipar Fertilizantes, Paraná Supermercados, além do apoio também da Seleta Ambiental, Unimed Campo Mourão e do Super Muffato.