58ª Rota da Fé neste sábado em Barbosa Ferraz

Rota da Fé começou em outubro de 2007 e reúne cerca de 600 peregrinos a cada edição- Foto: Divulgação

Ao completar doze anos, a romaria Rota da Fé chega à sua 58ª edição neste sábado (7), tendo como destino o Santuário Santa Rita de Cássia, em Barbosa Ferraz, passando antes por Corumbataí do Sul.

A Rota da Fé é um movimento inter-religioso caracterizado como uma romaria, com objetivo de visitar lugares considerados sagrados, promovendo contatos com diferentes culturas, costumes e artesanato locais, bem como a gastronomia das comunidades por onde passa, sem deixar de lado o contato direto com a natureza.

A primeira Rota da Fé foi realizada no dia 10 de Outubro 2007, com apenas 78 participantes. O projeto foi lançado durante o primeiro Congresso Internacional de Turismo Religioso e Sustentável, em Curitiba.

A ROTA DA FÉ HOJE

Doze anos depois, cada romaria da Rota da Fé reúne uma média de 600 peregrinos, além de uma equipe de organização que inclui cinco enfermeiros e cerca de 30 pessoas entre monitores (cada ônibus tem 1 ou 2 monitores), grupo de cântico, oração e apoio.

Além disso, em cada ponto de parada existe uma equipe de apoio da comunidade local, responsável por atividades como acolhida, informações, banheiros, ambulância e venda de artesanato e produtos de agricultura familiar.

Cada edição da romaria acontece a cada dois meses, partindo da Catedral de São José, em Campo Mourão,     e visitando lugares considerados sagrados de dois municípios da região por vez.

A participação em cada romaria é aberta a todos e custa 45 reais, valor que abrange transporte, seguro, alimentação, água e frutas. Adolescentes pagam 20 reais e crianças ou pessoas com deficiência são convidadas da organização, com direito a mais um acompanhante.

RELÍQUIAS DA CRUZ DE CRISTO

A Relíquia da cruz de Cristo acompanhará a Rota da Fé neste sábado. Trata-se de um fragmento de madeira da cruz onde foi crucificado Jesus Cristo, o qual desde ano 2008 está sob os cuidados do padre José Antônio Bertolin (Coordenador de Centro Espiritualidade Josefino para America Latina).

Exemplares de pequenas lascas da cruz de Jesus Cristo, cuja quantidade não chega a 100 em todo o mundo, estão sendo mantidas através dos anos por sacerdotes que recebem a missão de ser seus guardiões.

No ano 2008, um padre de Roma que era guardião da Relíquia, transferiu essa missão ao padre José Antônio Bertolin. “Devido à sua idade avançada (tinha 92 anos) ele confiou os cuidados desse pequeno pedaço da santa cruz de Jesus Cristo, que tem um valor inestimável. E vou proceder da mesma forma quando chegar minha vez”, explicou padre Bertolin, que pertence a Congregação dos Oblatos de São José.

 

PROGRAMAÇÃO DA ROTA DA FÉ

06:30 – Café da manhã. Oração inicial. Bênção.

07:00 – Saída

08:00 – Chegada na Comunidade São Joaquim e Santa Ana- Recepção,

bênção.

08:30 – Saída caminhada – 3km, até a Imagem de Nossa Senhora

Assunção – Caminhada na trilha de Maria. Gruta de São Damião.

Caminhada até o Salto Boicotó.

11:30 – Salto Boicoto – Gruta de Santa Teresinha, oração, e cerimonial

com as autoridades.

12hs – Almoço

13:40 – Saída para o Morro de São Tomé. Oração e Bênção.

14:00 – Água do Juca, imagem de Nossa Senhora Aparecida.

14:40 – Chegada na Paróquia São Pedro em Corumbataí do Sul, reflexão

com a presença dos Fragmentos da Cruz de Cristo, momento intenso de

oração.

15:40 – Saída até o monumento do Cristo Redentor a Pé.

16:30 – Saída para o Santuário de Santa Rita de Cássia em Barbosa

Ferraz. Missa de encerramento da 58ª Rota da Fé.