Flamengo e Inter se classificam na Libertadores; Athletico é eliminado

Flamengo comemorou a classificação nas penalidades contra o Emelec

A quarta-feira (31) de Conmebol Libertadores foi agitada e definiu mais quatro classificados para a próxima fase. Entre os brasileiros, o Internacional venceu mais uma contra o Nacional do Uruguai e passou com tranquilidade.

Já o jogo do Flamengo foi eletrizante e o Mengão precisou dos pênaltis para garantir a reviravolta contra o Emelec. E o Athletico Paranaense, após perder em casa, sofreu uma nova derrota para o Boca Juniors em La Bombonera e caiu nas oitavas da competição.

Além dos brasileiros, o Cerro Porteño também passou para as quartas. Os resultados dos quatro jogos da noite foram os seguinte: Internacional 2 x 0 Nacional (URU) – Beira-Rio (ida: 1 x 0 para o Internacional); Cerro Porteño 2 x 1 San Lorenzo – General Pablo Rojas (ida: 0 x 0); Flamengo 2 (4) x (2) 0 Emelec – Maracanã (ida: 2 x 0 para o Emelec); Boca Juniors 2 x 0 Athletico Paranaense – La Bombonera (ida: 1 x 0 para o Boca Juniors).

INTER X NACIONAL– URU

O futebol ao vivo da noite de quarta-feira começou com o Internacional entrando em campo. E o time gaúcho não teve dificuldades para vencer novamente os uruguaios e avançar para as quartas de final.

O time do Inter começou o jogo dominante, e a primeira boa chance surgiu logo aos 9 minutos com Nico López. E aos 16 os donos da casa já abriram o placar. Após cobrança de escanteio de D’Alessandro, Rodrigo Moledo cabeceou e fez 1 a 0 para o Colorado.

O Internacional continuava pressionando e indo com tudo para o ataque e acabou marcando mais 2 gols na primeira etapa, com Uendel e Nico López, mas que foram anulados com o auxílio do VAR.

Na segunda etapa o Inter soube administrar o jogo e trazer o Nacional para o seu campo de ataque, tendo assim a oportunidade de sair em contra-ataque contra os uruguaios. E foi o que aconteceu. A equipe teve boas chances com D’Alessandro, Guerrero, Nonato e Rafael Sobis, mas foi o peruano artilheiro chamado Guerrero, que no último lance da partida, fez o segundo gol e sacramentou a classificação do Inter.

O Internacional agora irá enfrentar o Flamengo em duelo brasileiro nas quartas de final.

FLAMENGO X EMELEC

Falando em Flamengo, o time suou, mas conseguiu o revés e eliminou a equipe do Emelec. No primeiro tempo, o Flamengo começou muito bem a partida contra os equatorianos, mesmo precisando de no mínimo 2 gols a favor no placar.

E quem esteve em uma excelente noite foi o artilheiro Gabigol, que precisou de apenas 18 minutos para fazer 2 gols para o Flamengo e deixar o time bem mais tranquilo para o desenrolar da partida. O problema é que, após esses gols, o time do Equador se fechou na defesa, dificultando a criação de jogadas do Flamengo.

Depois de tanta pressão nos 45 minutos iniciais, o Flamengo não teve a mesma atuação na segunda etapa. O Emelec aproveitou e até tentou atacar o Mengão, mas não conseguiu criar jogadas de qualidade e Diego Alves pouco trabalhou.

O Flamengo ainda tentou o gol da classificação, mas não teve jeito e a partida foi parar nos pênaltis. E foi nas penalidades que o goleiro Diego Alves brilhou contra o Emelec. Diego defendeu o pênalti batido por Arroyo. Arrascaeta, Bruno Henrique, Renê e Rafinha fizeram na sequência para o Flamengo, que ainda viu o Queiróz explodir a bola no travessão, no que garantiu a vitória rubro-negra por 4 a 2.

O Flamengo agora se prepara para o confronto contra o Internacional na próxima fase.

BOCA X ATHÉTICO-PR

E o Athletico foi o brasileiro eliminado da noite após mais uma derrota contra o Boca. A equipe argentina foi dominante do início ao fim e não deu chances para os brasileiros. A La Bombonera virou um caldeirão e a torcida empurrou o atual vice-campeão para as quartas.

Ábila fez o 1 a 0 para o Boca no início do segundo tempo de jogo. Salvio fez o segundo gol no último minuto da partida e o 2 a 0, após uma vitória por 1 a 0 no Brasil, classificou os argentinos. O Athletico pouco incomodou e não conseguiu criar jogadas de qualidade no campo adversário, se despedindo assim da competição.

O Boca agora enfrenta a equipe da LDU, do Equador, nas quartas de final da Libertadores.

CERRO PORTEÑO X SAN LORENZO

E na partida sem brasileiros envolvidos, os paraguaios do Cerro Porteño conseguiram a vitória por 2 a 1 eliminando assim os argentinos do San Lorenzo, já que o jogo de ida na Argentina acabou em 0 a 0.

Apesar da vitória, o jogo começou muito mal para o Cerro, que cometeu pênalti aos 15 minutos e viu o time adversário abrir o placar com Bareiro. Foi quando Óscar Ruiz entrou no jogo no intervalo e tudo mudou a favor do Cerro. Na segunda etapa, o jogador sofreu pênalti logo aos 8 minutos de jogo e Larrivey empatou a partida. Já aos 16, Óscar fez o gol dele de cabeça após cruzamento de Fede Carrizo e viu seu time virar o jogo. Após esse gol, o Cerro se fechou na defesa e com atuação impecável da zaga, segurou a vitória e se classificou para as quartas de final.

A próxima tarefa do Cerro Porteño não será das mais fáceis. O time encara o River Plate nas quartas de final, atual campeão do torneio.

Fonte: Estado News (https://www.estadonews.com/)