Professoras do NRE são selecionadas para intercâmbio nos EUA

Margarida Lis, Aliquele Cristine, Rosinalva Ordonia da Silva e a chefe do NRE, Ivete Sakuno – Foto: Clodoaldo Bonete/Tasabendo.com

Três professoras do Núcleo Regional de Educação de Campo Mourão foram selecionadas, por meio de processo seletivo da Fulbrigth a realizarem um intercambio nos Estados Unidos. São elas, Margarida Lis, Aliquele Cristine da Silva, Rosinalva Ordonia da Silva.

Elas viajam no fim do mês para os EUA, onde permanecem até o início de agosto. “Estamos muito felizes por essa oportunidade e agora começa a expectativa em relação a viagem. A universidade que vai nos receber já encaminhou o programa de estudos e estamos nos preparando para esse importante momento”, disse a professora Margaria.

Bastante entusiasmada, a professora Alikele também falou sobre a importância do intercâmbio. “É uma nova etapa em nossas vidas, uma oportunidade para novos conhecimentos. Não esperava que nós três seriamos aprovadas, mas foi muito prazeroso”, declarou.

A professora Rosinalva informou que elas ficarão nos EUA no período de 28 de junho a 9 de agosto. “Esse programa leva professores de todo o Brasil para várias universidades americanas, no caso do Paraná estaremos indo para universidades de Charlote na Carolina do Norte, e na Filadélfia, no estado da Pensilvânia”, comentou.

A chefe do NRE, Ivete Keiko Sakuno Carlos parabenizou as professoras, salientando que elas superaram um processo de seleção extremamente competitivo. “Elas passaram por uma prova dificílima, de nível internacional e foram selecionadas para fazer um período de imersão em universidades nos EUA. Para nós de Campo Mourão e do Paraná é motivo de muito orgulho, ter professoras da nossa terra se destacando.”

DESDE 1946
O Programa de Intercâmbio Educacional e Cultural do Governo dos Estados Unidos da América foi criado em 1946, por lei do Senador J. William Fulbright, e tem como principal objetivo ampliar o entendimento entre os EUA e outros países. Durante toda a sua existência, este programa já concedeu mais de 370 mil bolsas de estudo, pesquisa e ensino a cidadãos norte-americanos e de outros 150 países.