Medicina do Integrado inicia Programa de Pacientes Simulados no próximo semestre

O Programa será coordenado pela docente Fernanda Marangoni, que realizou um curso na Holanda – Foto: Arquivo Pessoal

Colocar o estudante para vivenciar situações práticas simuladas, com alto grau de realidade, sem colocar em risco a saúde de pacientes reais. Esse é um dos pilares dos melhores cursos de Medicina modernos. No Centro Universitário Integrado, de Campo Mourão, além de contarem com essa tecnologia, os acadêmicos do curso de Medicina do Integrado vão contar, a partir do próximo semestre, com mais uma inovação: o Programa de Pacientes Simulados, conhecido internacionalmente como Simulated Standardized Patients (SPs).

O Programa coloca pessoas comuns da sociedade para aturarem como pacientes simulados, que ajudarão os estudantes de Medicina do Integrado a desenvolverem as competências necessárias para uma boa formação médica. É o que diz a docente responsável por coordenar o Programa de Pacientes Simulados do curso de Medicina do Centro Universitário Integrado, Fernanda Marangoni.

“O Programa é extremamente importante, já que, durante essa interação com os pacientes simulados, os universitários aprimoram a qualidade da relação médico-paciente, além da capacidade de obter informações importantes ao diagnóstico e a habilidade para enfrentar situações difíceis para as quais todos os médicos devem estar preparados, como dar notícias de doenças graves, por exemplo”, garante Fernanda.

A docente realizou o curso na Universidade de Maastricht, na Holanda, que é um dos principais polos de inovação e qualidade na formação médica no mundo. “Neste ano foi organizado um curso específico para capacitação no uso da metodologia de paciente simulados, com o apoio de duas das maiores especialistas do mundo nessa metodologia, vinculadas à Eastern Virginia Medical School e Texas Universit, assim como a equipe da Universidade de Maastricht. Durante o curso, um grupo de 20 professores de diversas regiões do mundo foi capacitado para implementar a utilização de pacientes simulados em cursos de medicina, incluindo nós, do Integrado”, afirma a docente Fernanda Marangoni.

O programa será implantado a partir de julho de 2019, para os universitários do 4º período do curso de Medicina do Centro Universitário Integrado. “Os estudantes farão entrevistas médicas planejadas, agendadas e supervisionadas, capacitando-os para uma atuação ainda mais assertivas e responsável junto à população durante suas atividades nas unidades básicas de saúde, ambulatórios e internato”, afirma a coordenadora. Com isso, o curso passa a contar com a experiência da metodologia, que permitirá a formação de médicos ainda mais preparados para o exercício seguro, ético e voltado para a excelência da medicina.