Enfermagem está entre os cursos de graduação que mais crescem no país

Pandemia evidenciou a importância da enfermagem; Cresce busca por cursos de graduação – Foto: i-Stock

A atuação dos enfermeiros durante a pandemia e a crescente demanda por profissionais qualificados vêm impulsionando o setor. Assim como no mercado de trabalho, os reflexos na educação também são claros. Desde 2020, a busca por formação superior na área não para de crescer no Brasil.

No curso de Enfermagem do Centro Universitário Integrado, o número de novas matrículas aumentou em 70%. Segundo o coordenador da Área de Saúde 1, Roney Alan Nogueira, as turmas tinham, em média, 40 alunos matriculados. “No primeiro semestre de 2022, tivemos 68 novos acadêmicos inscritos. Outro fator que chama atenção é que mais de 80% dos recém-formados já saem da faculdade com emprego garantido”, diz.

O viés de alta é percebido em todo o país. O Censo da Educação Superior 2020 mostra que a procura por cursos de graduação em Enfermagem teve aumento de 30% no primeiro ano da pandemia. A motivação fica evidente no levantamento feito pela plataforma LinkedIn e publicado no início deste ano: a profissão está entre os 25 cargos com demanda crescente nos últimos anos.

Na Semana Internacional da Enfermagem – que vai de 12 a 20 de maio – Nogueira, que faz doutorado em Promoção da Saúde, avalia a alta na procura pelo curso e o potencial de empregabilidade para os recém-formados. “Com a pandemia, os olhares se voltaram para a enfermagem. O cuidado com o paciente fez com que a profissão fosse mais valorizada”, destaca.

A expectativa, continua, é de que a função será cada vez mais valorizada na sociedade, seja por meio de estímulos financeiros ou por uma cultura de reconhecimento do trabalho diante de cenários caóticos como foi o da pandemia, que pode se repetir outras vezes.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Se até pouco tempo atrás situações pandêmicas pareciam algo distante da realidade, os impactos da Covid-19 mostraram que os desafios e a possibilidade de novas crises sanitárias e de saúde serão parte da rotina dos novos profissionais de enfermagem.

Justamente por isso, Roney Alan Nogueira diz que é preciso investir em uma formação multidisciplinar. “Cuidado e atenção são as palavras-chave no trabalho dos profissionais de enfermagem. Sem eles, etapas fundamentais nos tratamentos médicos ficariam comprometidas. Ou seja, além de o mercado ser bastante promissor para a área, é também uma profissão gratificante do ponto de vista da responsabilidade social.”

VISÃO DE LIDERANÇA

Para garantir a formação de profissionais diferenciados, o Centro Universitário Integrado oferece ampla estrutura de laboratórios, onde o aluno vivencia a prática a partir do segundo semestre, além de fazer estágios supervisionados e simulações realísticas. “Tudo isso é feito para que os futuros enfermeiros cheguem ao mercado de trabalho com a vivência e a confiança necessárias. Outra medida para fortalecer o ensino é que, em nosso curso, priorizamos a contratação de professores experientes, que já passaram por diferentes áreas da enfermagem”, diz o coordenador.

No curso do Integrado, um dos diferenciais é o foco na área de gestão. Atualmente, a formação com visão de liderança e capacidade para exercer gestão em enfermagem é uma tendência na área de saúde pública e privada.

“Ter um profissional com esse olhar é muito importante para a administração da empresa, seja ela um hospital ou uma clínica. O aluno deve sair preparado para isso, para que se sinta empoderado e confiante. Nós enfatizamos a gestão em nosso curso. Os acadêmicos têm o foco do enfermeiro gestor e assistencial”, finaliza Nogueira.

COMEMORAÇÃO E RECONHECIMENTO

O Dia Internacional da Enfermagem e o Dia do Enfermeiro são celebrados em 12 de maio. A data foi escolhida em homenagem a Florence Nightingale, ícone da enfermagem moderna no mundo, nascida em 12 de maio de 1820.

No Brasil, entre os dias 12 e 20 de maio, comemora-se a Semana da Enfermagem, que também homenageia Ana Néri, enfermeira brasileira e a primeira a se alistar voluntariamente em combates militares.

Para este ano, o Conselho Internacional da Enfermagem definiu como tema das celebrações o slogan “Enfermagem: Uma Voz para Liderar – Investimento na Enfermagem e Respeito aos seus Direitos para Garantir a Saúde Global”.