Black Friday: Comércio de CM e região com horário especial nesta sexta

O Black Friday inaugura também a temporada de compras natalinas com significativas promoções em muitas lojas – Foto: Divulgação

O comércio varejista de Campo Mourão e da região está autorizado a funcionar em horário especial – das 9 às 22 horas – nesta sexta-feira (23//1), dentro da promoção denominada de Black Friday. Termo de acordo foi firmado entre o Sindicato Empresarial do Comércio (Sindicam) e o Sindicato dos Empregados do Comércio (Sindecam), através dos presidentes Nelson Bizoto e Mauro de Oliveira, respectivamente.

Black Friday (no português, “sexta-feira negra”) é um importante evento do comércio, que traz grandes promoções e descontos durante todo o dia. Inicialmente, começou nos Estados Unidos, mas se popularizou e já é praticado em diversos outros países. Nos EUA, ela acontece um dia depois do Dia de Ação de Graças. No Brasil, a data para se ter em mente em 2018 é a penúltima sexta do mês de novembro.

O Black Friday inaugura também a temporada de compras natalinas com significativas promoções em muitas lojas. Tudo leva a crer que a denominação surgiu no início dos anos 90, na Filadélfia (EUA).

A primeira Black Friday do Brasil aconteceu no dia 28 de novembro de 2010 e foi totalmente online. A data reuniu mais de 50 lojas do varejo nacional. Em 2013, a Black Friday no Brasil bateu seu recorde, faturando R$770 milhões em comércio online. Os produtos mais almejados são televisores e smartphones. A média de desconto para aparelhos celulares foi de 16% e para televisores chegou a 19%.

Segundo a consultoria E-Bit, em 2014, a data gerou R$1,2 bilhão em vendas somente na internet, que corresponde a 3,5% do faturamento anual, consolidando assim a Black Friday como uma das datas mais importantes para o comercio online.

O evento não tem regulamentação, nem organização centralizada. Qualquer empresa, tanto virtual quanto física, pode fazer promoções com o nome Black Friday. A procura pelo termo Black Friday em 2013 cresceu mais de 300% em relação a 2012. Em 2016, as vendas cresceram 17%, chegando à R$ 2,1 bi.

O termo firmado entre o Sindicam e o Sindecam autoriza o funcionamento do comércio varejista em horário especial, nesta sexta-feira, em todos os municípios que compõem a base territorial das entidades.