Associação Sou Arte, domingo, no Festival Solidário Circo Laheto

No próximo domingo (dia 28), Associação Sou Arte – de Campo Mourão – participa do Festival Solidário Circo Laheto, uma live que será transmitida a partir das 16 horas pelo canal da Rede Circo do Mundo Brasil.

Serão apresentados números tradicionais do circo, como malabarismo, acrobacias e esquetes de palhaços, bambolê, trapézio e outros. Em cena artistas, arte-educadores e educandos pertencentes às instituições das cinco regiões brasileiras (Centro-Oeste, Norte, Sul, Sudeste e Nordeste), em cidades como Goiânia, Londrina, São Paulo e Pernambuco.

Além de levar a magia do circo para as famílias neste momento de pandemia, a live tem um viés solidário: ajudar a comprar uma nova lona para o Circo Laheto, que atende 150 crianças e adolescentes em risco de vulnerabilidade social em Goiânia. A lona do Laheto foi destruída por uma tempestade no último dia 9 de janeiro.

CIRCO LAHETO

O Circo Laheto é uma instituição sem fins lucrativos que pertence à Rede de Circo Mundo Brasil e atende diariamente 150 crianças e adolescentes de escolas públicas da Região Leste de Goiânia. Os educandos participam, gratuitamente, de aulas de técnicas circenses (como perna-de-pau, malabarismo e acrobacias), além de participar de oficinas de Dança, Teatro, Literatura e Matemática. Também são oferecidas refeições e acompanhamento pedagógico para realizar às tarefas de casa.

Mesmo durante a pandemia, com as aulas suspensas, o Circo Laheto continua prestando assistência às crianças, com aulas on-line pelas redes sociais, doação de cestas básicas e kits com presentes, livros e guloseimas.

Por meio de parcerias com o Itaú Social e o Sesc, a doação de cestas básicas foi ampliada não só para as famílias dos educandos do projeto social, mas também para outras famílias de bairros vizinhos que perderam sua fonte de renda devido ao isolamento social.

REDE CIRCO DO MUNDO BRASIL

Rede de Circo do Mundo Brasil é composta por 20 instituições, dos mais diversos estados brasileiros e nasceu da relação de parceria com uma organização não governamental canadense – Jeunesse du Monde – e  da parceria com  uma empresa artística do Québec, o Cirque du Soleil.

As instituições que compõem a Rede utilizam a metodologia do Circo Social, que trabalha a educação/promoção de crianças, adolescentes e jovens de classes populares e têm como perspectiva mais geral o exercício da cidadania e o resgate das raízes culturais. Todas as instituições, em sua ação educativa, privilegiam linguagens artísticas (teatro, música, dança, hip hop e mais especificamente o circo) no processo educativo. As atividades desenvolvidas no cotidiano buscam favorecer a identificação destes jovens com o universo mágico do circo e com seus valores cooperativos e associativos, oferecendo-lhes oportunidade de uma nova experiência individual e coletiva.