Thomas Bognar não resiste ao câncer e morre aos 34 anos

Bognar era casado e tinha duas filhas de oito meses e de sete ano – Foto: Divulgação

Morreu nesta sexta-feira, o morador de Luiziana, Thomas Zimmerman Bognar, 34 anos. Ele estava em tratamento contra Leucemia Linfócita Aguda (câncer no sangue), desde o mês de janeiro.

Foram oito meses de tratamento, muita luta e correntes de oração entre amigos e familiares, mas a doença foi se agravando e os medicamentos não deram a resposta que os médicos esperavam.

Filho do conhecido agrônomo Valdomiro Bognar, Thomas era casado e tinha duas filhas de oito meses e de sete anos. Ele iniciou o tratamento no hospital Erasto Gaertner, de Curitiba, mas ultimamente estava sendo atendido no hospital Nossa Senhora Aparecida, também na capital.

Na quarta-feira (4) ele passou por uma cirurgia para conter uma hemorragia cerebral, foi para  a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e acabou não resistindo.

DESFILE CANCELADO

Por conta do falecimento de Thomas Bognar, a prefeitura de Luiziana comunicou o cancelamento do desfile cívico que iria acontecer nesse sábado 7 de Setembro. Thomas era presidente da APM – Associação de Pais e Mestres da Escola Municipal Rita de Cássia, bem como sua esposa Vanessa que é professora na mesma escola, por isso a pedido da Escola Rita de Cássia o desfile foi cancelado.