Programa de Fidelidade Coamo transforma participação em prêmios

Vários produtos já foram retirados pelos associados em toda a área de ação da Coamo no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul – Foto: Divulgação

Há pouco mais de um ano, a Coamo lançou o Fideliza, um programa de relacionamento que está premiando a participação dos cooperados na cooperativa.  Vários produtos já foram retirados pelos associados em toda a área de ação da Coamo no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Alguns optaram em retirar prêmios equivalentes à pontuação, e outros utilizaram os pontos como parte do pagamento, adquirindo produtos com valor maior.

Em Amambai (Sudoeste do Mato Grosso do Sul) a família Brongnoli adquiriu duas adubadoras automotriz para a aplicação de fertilizantes e utilizou os pontos acumulados com o Fideliza como parte do pagamento. O cooperado Francielo Brongnoli explica que o grupo familiar fez um estudo sobre a necessidade e viabilidade dos maquinários e que a opção da escolha foi levando em consideração os benefícios oferecidos pelo Fideliza. “Temos um parque de máquinas grande, mas que sempre precisa ser renovado e com o Fideliza podemos fazer isso com um custo menor. Os pontos que tínhamos no programa ajudaram bastante na aquisição desses dois novos maquinários que irão suprir a nossa necessidade”, destaca.

Brongnoli revela que o grupo familiar já retirou outros produtos pelo programa Fideliza. Ele destaca a importância de se manter a fidelidade com a cooperativa para que possa ter ainda mais benefícios. “Foi uma boa iniciativa o lançamento desse programa que agrega muito para os cooperados. Já fechamos o plano safra com a Coamo visando também novos pontos no Fideliza. Já tínhamos as sobras e agora contamos com esse novo benefício de pontos que ajudará, principalmente, na aquisição de novos equipamentos.”

Em Toledo (Oeste do Paraná) o programa Fideliza também já entregou vários produtos para os cooperados. Rodrigo Fabris adquiriu um guincho big bag com os pontos do programa. Ele revela que procurou a cooperativa para saber a quantidade de pontos e o que poderia pegar para melhorar a condução da lavoura. “Optamos pelo guincho e tivemos um bom desconto com os pontos. É um equipamento que nos dará mais agilidade e segurança para trabalhar. Já estamos planejando a aquisição de novos equipamentos utilizando os pontos do programa.” Fabres pondera que o Fideliza aproxima o associado ainda mais da cooperativa. “Quanto mais participamos da Coamo, mais pontos acumulamos para trocar ou adquirir novos produtos”, acrescenta.

O presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, ressalta que a cooperativa está sempre inovando e premiando a atuação dos associados. “O programa Fideliza é para valorizar os cooperados, que já estão automaticamente cadastrados. O programa atribui pontos por cada aquisição de bens de fornecimento na cooperativa que podem ser trocados por produtos ou serviços fornecidos pela Coamo”, explica.

Para o superintendente Técnico da Coamo, Aquiles Dias, o programa Fideliza vem ao encontro dos cooperados e incrementa os benefícios que a Coamo já oferece. “O Programa Fideliza premia os cooperados por meio do acúmulo de pontos na aquisição de produtos da área de Bens de Fornecimento de acordo com sua atuação na cooperativa. E é muito simples, pois quanto maior for a participação mais pontos serão contabilizados”, considera.  Desta maneira, o cooperado com movimentação integral terá o valor máximo do fator de conversão e, à medida que esta participação for diminuindo, o valor do fator de conversão diminuirá na mesma proporção.

Ele informa as condições para adesão. “O cooperado adere ao Fideliza mediante a aquisição de produtos de forma automática e sem ônus para ele. O sistema calcula a geração de pontuação já a partir da primeira compra, e esses pontos acumulados podem ser trocados por produtos das lojas de peças e veterinárias, máquinas, implementos e serviços oferecidos pela cooperativa.”

Os cooperados têm direito a pontos na aquisição de insumos das quatro principais culturas (soja, milho, trigo e milho 2ª safra), mas também há um fator de pontuação para outros itens de bens de fornecimento como peças, máquinas, farmácia veterinária, entre outros. O fechamento dos pontos, referente as quatro principais culturas, será feito a medida em que forem encerradas as colheitas.