Culturas agrícolas serão fiscalizadas em seis municípios

As culturas agrícolas, especialmente de milho e soja, serão fiscalizadas em seis municípios da região Noroeste na próxima semana. A força-tarefa do Crea-PR (Conselho de Engenharia e Agronomia do Paraná) ocorrerá de segunda (7) a sexta-feira (11) nos Cartórios de Registro de Imóveis das cidades de Campo Mourão, Barbosa Ferraz, Campina da Lagoa, Iretama, Peabiru e Engenheiro Beltrão.

Objetivo é verificar se as culturas temporárias de verão estão sendo acompanhas por Engenheiros Agrônomos devidamente registrados no Conselho. Apesar do mutirão, a ação fiscalizatória intensificada faz parte de uma estratégia adotada pelo órgão desde 2015.

Segundo o Facilitador de Fiscalização, Engenheiro Civil Djalma Bonini Júnior, as cédulas rurais são registradas por produtores que fazem empréstimos de entidades financeiras para implantação dos cultivos e, nelas, constam informações como: cultura a ser implantada, área de plantio, localização, proprietário, empresa responsável e/ou responsável técnico, assistente técnico, entre outras informações. “Com base nessas informações, verificamos a regularidade de plantios agrícolas, não apenas no município onde se encontra o cartório, como também em municípios vizinhos”, conclui.
Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), autarquia que este ano comemora 85 anos, é responsável pela regulamentação e fiscalização da atuação de profissionais e empresas das áreas da Engenharias, Agronomias e Geociências. A Regional Maringá contempla 112 municípios, conta com aproximadamente 9 mil profissionais habilitados e três mil empresas registradas. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de atualização e valorização profissional por meio de termos de fomentos disponibilizados via Editais de Chamamento