Médico passa mal durante plantão no 24 horas e é acusado de trabalhar embriagado

Foto: Rafael Silvestrin/Tasabendo.com

Foto: Rafael Silvestrin/Tasabendo.com

Um médico, que estava de plantão no Posto 24 horas de Campo Mourão, foi acusado de trabalhar embriagado. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (29).

Pacientes que estavam aguardando atendimento, observaram pela porta do consultório que o médico estava debruçado sobre a mesa. De imediato surgiu o boato de que o profissional estaria embriagado e populares acionaram até a Polícia Militar.

Em pouco tempo a verdade surgiu. O médico teve um mal súbito. Caiu a pressão e ele praticamente desmaiou. Ele foi atendido por um colega de profissão e já passa bem. Para provar que não estava embriagado, o médico realizou o teste de bafômetro, que comprovou sua versão.

O secretário de Saúde do Município, Márcio Alencar, também compareceu no local e disse que as pessoas que acusaram o profissional injustamente devem ser penalizadas. “Aqui é um local de ordem. As pessoas não podem chegar aqui e xingar, gritar, sapatear sem nenhuma razão. É necessário respeitar os profissionais, tanto médicos, como os atendentes e a equipe de enfermagem. Tem gente que vem aqui para inflamar a população e isso não pode acontecer”, justifica Alencar.

O secretário informou que as pessoas que inflamaram a população, dizendo que o médico estava embriagado, já foram identificadas. “Dentro da legalidade nós vamos responsabilizar essas pessoas”, acrescenta.

Márcio Alencar explicou ainda que outros médicos foram acionados para dar continuidade aos atendimentos no 24 horas nesta quinta-feira.