Saúde

  Colégio Adventista

Começa o primeiro levantamento do índice de infestação do Aedes

Publicado em 2 de janeiro, 2017 às 11:42

O forte calor e as chuvas de verão colocam a Secretaria de Saúde de Campo Mourão em alerta no controle da infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya.  Os agentes de endemias já começaram nesta segunda-feira (2) e seguem durante a semana com o Levantamento de Indice Amostral (LIRA) por 33 localidades da cidade.

O presidente do Comitê Gestor de Combate a Dengue, Carlos Bezerra, explica que o Levantamento de Índice é realizado por amostragem, em quadras sorteadas por isso não são visitados todos os imóveis. “A cidade foi dividida por localidades e essa amostragem tem valor estatístico. Além da infestação do vetor, o LIRA aponta os tipos de criadouros e de imóveis onde o vetor é encontrado, para atuarmos na contenção das doenças, bem como no controle do mosquito”, explica.

O último Lira foi realizado em outubro de 2016 e o índice geral de infestação estava na média de 1,01%, ou seja no limite preconizado pelos órgãos de Saúde que é de menos de 1%. Anualmente a Secretaria de Saúde realiza quatro levantamentos.  Em 2016, o primeiro Lira estava em 3,35%, em março a infestação foi de 1,28% e em julho estava na média de 0,54%.

Dengue- Segundo Carlos Bezerra os levantamentos são importantes para colocar todos sempre em alerta. “Atualmente os vírus relacionados ao Aedes não estão circulantes em nosso município, mas pelo grande número de pessoas que viajam ou recebem pessoas de outras cidades a qualquer momento poderá iniciar sua circulação. Por isso precisamos sempre prevenir e não deixando água parada para o mosquito, mantendo os índices de infestação baixos, tomando atitudes básicas de preservação do ambiente aonde vivemos, eliminando os criadouros, especialmente os locais onde se acumulam água”, recomenda.

Unicampo
Pet Center
CNA
Planeja 17
Centro Diesel
Up Vet

Comentários

Carraro Advogados
Voltar ao topo