Por Escrito

“Os olhos de meu amado”, por Amanda Duarte, na coluna “Por escrito”

Publicado em 22 de novembro, 2016 às 16:19

morzao

Já chorei lágrimas de angústia
Já enfrentei a obsessão
Já desejei morrer
Pois tudo era contradição

A dor me tomava
O pensamento era compulsivo
Minha mente se mandava
Tudo era muito difícil

Já passei por maus bocados
Mas na vida nada é atoa
Tudo que haviam me falado
Eu encontrei em uma só pessoa

Agora tudo faz sentido
Tudo o que já passei
Eu achei que havia perdido
Mas na verdade eu superei

Um anjo foi me enviado
Vi a felicidade em seu olhar
A cor dos olhos de meu amado
Não há como comparar

É um azul da cor do mar
Ou um verde como a grama
Mas como é bom observar
O amor nos olhos de quem te ama.

Amanda Duarte, tem 16 anos estuda no Colégio Estadual Marechal Rondon, e faz parte do programa “Jovem Aprendiz” da Coamo.

Participe da coluna “Por escrito”! Mande seu texto (artigo, poesia, prosa, crônica, etc), com foto e breve biografia para contadokadu@gmail.com  

Comentários

Últimas Notícias

Voltar ao topo