“Aprendendo a amar”, por Altair José dos Santos, na coluna “Por escrito”

Altair
Conheci uma menina
De olhos azuis, piscina…

E sorriso encantador

Fez brotar algo em meu peito

Sentimento bem aceito

To achando que é amor

Sua voz suave, divina…

Com sedução feminina

Leva desejo e furor

Quando visita meu leito

O quarto fica estreito

Diante de tanto ardor

Feito água cristalina
Faz do meu corpo sua tina
Refrescando seu calor

Diz que nunca tinha feito

Gostoso assim desse jeito

Que eu sou o seu senhor

Essa linda pequenina

Que há tempos me ensina

Reconhece o meu valor

Diz que sou o homem perfeito

Me promete seu respeito

Seja onde quer que for…

Sou Altair José dos Santos, nascido em 1978, casado, pai de cinco filhos. Nasci em Campo Mourão PR, onde resido até os dias atuais. Sou servidor público municipal, lotado na Secretaria da Saúde. Adoro escrever poesia desde criança e venho há algum tempo trabalhando pra mostrar na forma da escrita as coisas belas da vida. Tenho no site Clube de Autores, três livros publicados: “Sonetar é preciso”, “Pra cada trova uma aldravia” e “Versos e Rimas”. E também tenho cinco poemas meus publicados na 1ª antologia da ACAPEC (Academia Literária de Poetas, Escritores e Cronistas). Também escrevo meus poemas em alguns sites como: Site de Poesias, Recanto das Letras e no Beco dos poetas. Confiram também o meu blog chamado “EU AMO A POESIA” cujo link é tankaehaicai.blogspot.com

Participe da coluna “Por escrito”! Mande seu texto, com foto e breve biografia para [email protected]