Policial

  Colégio Adventista

Quatro são presos por tráfico de drogas no Jd. Pio XII

Publicado em 9 de janeiro, 2017 às 09:38 - Atualizado em 10 de janeiro, 2017 às 13:52

Quatro rapazes com idade máxima de 25 anos foram autuados, na noite da última sexta-feira (06), acusados de tráfico de drogas. A Polícia Militar chegou até o grupo após perseguir um dos suspeitos. É que o jovem foi abordado, mas fugiu da PM e só parou em frente à casa onde possivelmente se organizava o comércio de entorpecentes.

Por volta das 22h20 de sexta-feira, uma equipe da Rocam realizava patrulhamento em ruas do Jardim Pio XII quando avistou um motociclista em atitude suspeita, ao acessar a Rua Nossa Senhora Aparecida. Os policiais aproximaram-se e utilizando dos sinais sonoros e luminosos abordaram ao rapaz, que fugiu, parando em frente à uma residência.

Em seguida ele desembarcou da moto e entrou na casa. Consta que a equipe entrou na casa e identificou o jovem com as iniciais W.N., com quem teriam encontrado um cigarro de maconha parcialmente consumido. No local, haviam outros três rapazes. Um identificou-se como dono da casa e negando haver mais drogas no local, teria autorizado a busca nos cômodos.

Os policiais relatam que durante a revista encontraram: um tablete de substância análoga a maconha e alguns porções pequenas totalizando aproximadamente 330 gramas; um invólucro de substância análoga a cocaína, de cerca de quatro gramas; cinquenta ponto de LSD; várias embalagens, uma faca com lâmina de aproximadamente 15 cm; um total R$ 1.343,00 em notas sortidas, quatro aparelhos celulares e duas (02) balanças de precisão.

Com isso, foi dada voz de prisão e os jovens foram encaminhados, com as substâncias ilícitas e objetos, à 16ª Subdivisão Policial para os procedimentos cabíveis. A motocicleta foi encaminhada à 8ª Ciretran e lavradas as notificações referente as infrações de trânsito praticadas por seu condutor.

Centro Diesel
Unicampo
Pet Center
CNA
Planeja 17
Cipronenge Quadrado
Hamburgueria Thiago Lateral Notícia
Up Vet

Comentários

Carraro Advogados
Voltar ao topo