Policial

  Colégio Adventista

Mãe consegue salvar do suicídio filho que participava do desafio da Baleia Azul

Publicado em 18 de abril, 2017 às 10:24 - Atualizado em 18 de abril, 2017 às 10:27

Um adolescente de 15 anos que mora em Lages, Santa Catarina, tentou se matar por duas vez, depois de participar do jogo da ‘Baleia Azul’, nas redes sociais. O desafio incentiva os integrantes a verem filmes de terror durante a madrugada, ouvir músicas psicodélicas, se cortarem, fingirem doenças e, por fim, se suicidar. O adolescente foi internado em estado grave após ingerir diversos comprimidos e se intoxicar. Ele pediu à mãe que o ajudasse a não voltar para casa, senão seria obrigado a se matar.

Há poucas semanas, a vítima era um adolescente como qualquer outro. Estudioso e dedicado, frequentava a escola pela manhã e, à tarde, era cuidador de duas crianças. Até a semana passada, dividia o quarto com o irmão caçula de 9 anos. Então, pediu para que o pequeno passasse a dormir com a mãe. Ela não viu problema e acatou o pedido. Depois disso, as mudanças foram notórias: olhar triste, passou a ficar mais tempo no quarto e apresentou agressividade

Numa manhã, a mãe foi ao quarto e o menino não acordava. “Deixei dormir, pensei que era sono”. Perto do horário do almoço ela foi chamá-lo e ele não acordava, nem se mexia. Cartelas de remédios foram encontradas ao seu redor. No hospital, em meio ao delírio, ele confessou que estava participando de um jogo e que não queria mais viver. O menino voltou para casa e, por três dias, sua mãe o ficou monitorando ininterruptamente, porém, ao ir tomar banho, na terça-­feira (11), únicos minutos que ficou sozinho, mais uma vez tomou remédios, saiu do banheiro, deitou e desmaiou.

Desta vez, foi necessário chamar o Samu e, ao chegar no hospital, pediu que não deixasse voltar para casa – “se eu voltar, vou morrer, cuida de mim, mãe”. Além de tomar os remédios na tentativa de um suicídio, o garoto fez diversos cortes pelo corpo. Ele está internado no Hospital Infantil Seara do Bem, em um quarto isolado, sem acesso a aparelhos com internet.

A mãe conta que o adolescente recebeu um link via rede social para participar de um grupo, ele clicou e recebeu os 50 passos para cumprir o desafio. Os primeiros foram concluídos, mas por achar que não aguentaria até o final, quis antecipar a 50ª etapa, que era se matar.

Ela contou que o celular com todas as conversas entre o curador, pessoa que enviou os desafios que o garoto deveria cumprir e o seu filho, foram entregues à Polícia Civil. No celular, estão mensagens do grupo de WhatsApp, Blue Whale Challenge, em que fotos com cortes pelo corpo foram enviadas, além disso, há textos que ameaçam o adolescente quando tenta dizer ao curador que não fará mais parte do desafio.

A Polícia Civil investiga o caso e o delegado da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Lages, Frederico Cezar de Melo Silva, afirma que outro caso sobre o Desafio da Baleia Azul está sendo investigado na cidade, mas não passou detalhes sobre a ocorrência. No Brasil, ainda nenhuma pessoa foi presa envolvida neste jogo.

*Fonte: Com Banda B e Correio Lageano
Laugerie
Cipronenge Quadrado
Pet Center
Hamburgueria Thiago Lateral Notícia
CNA
Radiadores Lopes Quadrado Interna
Unicampo
Auto Escola Allan – Quadrado – Interna
Centro Diesel
Nutrimix – Terraço – Quadrado – Interna
Carraro Advogados

Comentários

Up Vet
Voltar ao topo