Entretenimento

  Colégio Adventista

Mais de 400 pessoas já visitaram o Museu Municipal em 2017

Publicado em 21 de março, 2017 às 08:06

 O Museu Municipal “Deolindo Mendes Pereira” é o espaço cultural mais visitado da cidade. Somente em janeiro e fevereiro deste ano, 473 pessoas estiveram visitando as salas temáticas do espaço. O museu também faz parte do roteiro de turistas que passam pela cidade, incluindo estrangeiros. No passado, foram registradas 2.772 visitas. Um número, segundo a Fundação Cultural (Fundacam) expressivo. Os dados de 2016 já foram encaminhados para o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), do Ministério da Cultura.

Esta coleta e o envio ao Ibram de dados anuais sobre visitação são considerados estratégicos para o desenvolvimento do setor de museus. Mais do que aferir o fluxo de visitação, a contagem de público pode indicar a necessidade de adequação dos serviços oferecidos e a ampliação da ação educativa, entre outras possibilidades. A contagem de público é também essencial para o acompanhamento e o monitoramento de diretrizes, estratégias, ações e metas estabelecidas em políticas públicas, como as que constam no Plano Nacional de Cultura, Estatuto dos Museus e Plano Nacional Setorial de Museus.

Para a secretária especial de Cultura, Marley Formentini, o número comprova a importância do Museu para a cultura mourãoense. “O Museu Municipal celebra 39 anos de existência com público anual de mais de duas mil visitas, um número bastante expressivo, pois significa que por mês uma média de 250 pessoas, entre mourãoenses e turistas do Brasil e do mundo, visitam o museu”, argumenta. Para ela, isso evidencia o quanto o próprio acervo do museu e a sua programação fazem dele um espaço vivo e pulsante da memória e da cultura de Campo Mourão.

Nutrimix – Terraço – Quadrado – Interna
Hamburgueria Thiago Lateral Notícia
Centro Diesel
Unicampo
Pet Center
Laugerie
Radiadores Lopes Quadrado Interna
Cipronenge Quadrado
Auto Escola Allan – Quadrado – Interna
CNA
Up Vet

Comentários

Carraro Advogados
Voltar ao topo