Educação

  Colégio Adventista

Inclusão Educacional chega a 650 alunos das escolas Municipais

Publicado em 29 de março, 2017 às 15:17

Mais de 650 crianças que precisam de cuidados educacionais especiais estão este ano integradas à rede de atendimento da Secretaria de Educação de Campo Mourão atendendo aos objetivos da Educação Inclusiva. Os alunos contam com assessoramento e avaliações, atendimento educacional especializado e recebem a garantia do direito ao acesso à educação nas Escolas Municipais e Centros Municipais de Educação Infantil.

Para o efetivo atendimento educacional especializado e a crescente demanda, a Educação Especial conta com 30 Salas de Recursos Multifuncional, duas Salas de Recursos Multifuncional para altas habilidades/superdotação, uma Sala de Recursos Multifuncional de estimulação essencial, sete Classes Especiais, uma Escola Bilíngue na área da surdez, o Centro de Atendimento Especializado para Deficiência Visual (CAEDV) na Escola Florestan Fernandes e o Centro de Atendimento Especializado para a deficiência auditiva (CAE) na Escola Bilíngue para Surdos Espaço Aberto.

Os atendimentos acontecem através da Divisão de Educação Especial e Inclusão Educacional que conta com a equipe multiprofissional composta por 8 profissionais especializados e um  médico neuropediatra que acompanha os alunos da rede municipal com consultas mensais.

Segundo a responsável pelo setor, Ana Kaffa Hauagge Ribeiro nos casos em que os alunos necessitam de apoio individualizado na sala de aula do ensino regular, após solicitação médica e parecer da equipe multiprofissional, professores ou estagiários atuam como mediadores no processo de ensino e de aprendizagem.

Ana Kaffa destaca ainda que para a identificação das necessidades especiais e assessoria aos professores e orientadores, a Secretaria da Educação desenvolve o projeto Caminhos da Aprendizagem que tem como objetivo principal detectar precocemente patologias através de avaliações, metodologias específicas, entre outros recursos e encaminhamentos.

“Buscamos na equipe da educação especial novos caminhos e trabalhar de maneira preventiva com o olhar diferenciado já na Educação Infantil e nos primeiros anos do Ensino Fundamental. Quanto antes detectarmos os obstáculos que impedem a criança de se desenvolver, melhores serão os resultados futuros. Queremos não só garantir o direito de acesso aos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento, transtornos funcionais específicos e altas habilidades ou superdotação como também que consigam permanecer ao longo de sua trajetória escolar na rede de ensino”, complementa a chefe da Divisão de Educação Especial e Inclusão Educacional de Campo Mourão.

Nutrimix – Terraço – Quadrado – Interna
Laugerie
Pet Center
Cipronenge Quadrado
CNA
Unicampo
Centro Diesel
Hamburgueria Thiago Lateral Notícia
Auto Escola Allan – Quadrado – Interna
Radiadores Lopes Quadrado Interna
Carraro Advogados

Comentários

Up Vet
Voltar ao topo