Agronegócio

  Colégio Adventista

Coamo, melhor empresa do Agronegócio Brasileiro 2015

Publicado em 16 de dezembro, 2015 às 15:00

A Coamo é a empresa do ano no Agronegócio do Brasil em 2015, segundo o ranking em “As Melhores da Dinheiro Rural”. A premiação, organizada pela Editora Três, foi entregue na noite de terça-feira (15) em São Paulo, no evento que reconheceu as melhores empresas da agricultura e pecuária brasileira. “É uma grande premiação que consolida o bom ano da Coamo. É um reconhecimento a quem produz e para nosso orgulho a cooperativa foi eleita a empresa do ano do Agronegócio Brasileiro em 2015”, comemora o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini.

A cooperativa foi a campeã entre todas as participantes pela maior pontuação na categoria Cooperativa, ficando à frente em Gestão Financeira e em Gestão Corporativa, além de obter o segundo lugar na categoria Integração da Cadeia Produtiva.

A Coamo é a maior cooperativa de produtores rurais da América Latina e responde por cerca de 3,5% da produção de grãos do País, com 28 mil produtores cooperados, nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Em 2014, sete milhões de toneladas de produtos agrícolas renderam um faturamento de R$ 8,6 bilhões. O crescimento foi de 2,9% na produção e de 6% em receitas, sustentadas por R$ 647 milhões em lucro líquido e por ativos da ordem de R$ 7 bilhões.

Para o professor José Luiz Tejon Megido, coordenador do Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM de São Paulo, o que explica o sucesso da cooperativa é a consistência de sua liderança. “Sempre foram focados em treinamento, educação e assistência técnica”, diz Megido. “Devem ser olhados e estudados, porque são inspiradores para qualquer empreendedor que queira ter uma empresa séria.”

O anuário, produzido pela revista Dinheiro Rural, da Editora Três, avaliou os dados financeiros e as informações relacionadas à gestão de empresas de todos os segmentos do agronegócio e foi elaborado conforme informações contábeis da base de dados da Boa Vista, da Economática e dos questionários respondidos pelas empresas, conjugando informações contábeis e de gestão corporativa. “O ranking da Dinheiro Rural se baseia numa pesquisa minuciosa que cruza dados financeiros com informações qualitativas”, afirma Milton Gamez, diretor de núcleo da Editora Três.

“Por isso, é um trabalho inédito e diferenciado, capaz de avaliar as melhores práticas gerenciais. A premiação é um reconhecimento à contribuição do agronegócio para a economia brasileira”, afirma Caco Alzugaray, presidente executivo da Editora Três. “Com ela, procuramos motivar e inspirar, não apenas as vencedoras, mas toda a cadeia produtiva”, assinala Alzugaray.

As empresas que participaram dos rankings setoriais foram avaliadas exclusivamente pelos critérios financeiros. Os rankings setoriais englobaram as seguintes categorias: Bebidas, Grãos, Moinhos e Massas, Café, Papel-Celulose e Reflorestamento, Nutrição Animal, Açúcar e Biocombustíveis, Óleos Vegetais, Calçados e Couros, Laticínios, Fertilizantes e Agroquímicos e Máquinas e Implementos Agrícolas.

Nutrimix – Terraço – Quadrado – Interna
CNA
Pet Center
Hamburgueria Thiago Lateral Notícia
Cipronenge Quadrado
Laugerie
Auto Escola Allan – Quadrado – Interna
Centro Diesel
Unicampo
Up Vet

Comentários

Voltar ao topo